Maratonista austríaca é suspensa por 8 anos por doping

A fundista austríaca Susanne Pumper foi suspensa por oito anos após testar positivo pela segunda vez em um exame antidoping e teve retirado todos os resultados desde 2008. A Agência Antidoping da Áustria disse que Pumper foi considerada culpada por ter utilizado a substância ilegal EPO para melhorar o seu desempenho no final de 2008.

AE-AP, Agência Estado

29 de abril de 2013 | 12h29

Anteriormente, ele já havia sido flagrada em exame antidoping com a mesma substância e suspensa por dois anos. Assim, Pumper, medalhista de prata na prova dos 3 mil metros no Campeonato Europeu Indoor de 2005, vai perder os seus títulos nacionais da maratona de 2010 e 2011.

Ela pode apelar da suspensão, que é retroativa à data da primeira audiência, realizada em março do ano passado. Com a punição, Pumper está proibida de participar de qualquer competição como atleta, treinadora ou dirigente até 5 de março de 2020.

Tudo o que sabemos sobre:
atletismoSusanne Pumperdoping

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.