Eric Vargioli/Divulgação
Eric Vargioli/Divulgação

Marc Coma desbanca Barreda e vira líder do Rali Dacar

Calor e problemas no trajeto obriga organização a reduzirem em quase 100 quilômetros o percurso das motos

Agência Estado

09 de janeiro de 2014 | 19h01

TUCUMÁN - Depois de quatro dias sob domínio do piloto espanhol Joan Barreda Bort, que liderava desde a largada no domingo, a disputa das motos no Rali Dacar tem um novo líder. Marc Coma, também da Espanha, venceu a quinta etapa da prova nesta quinta-feira, com percurso entre as cidades argentinas de Chilecito e Tucumán, e passou a ser o primeiro colocado na classificação geral.

Por questões de segurança - forte calor e problemas no trajeto -, os organizadores reduziram em quase 100 quilômetros o percurso das motos, que teria 527 de trecho cronometrado nesta quinta-feira. E Coma levou a melhor, completando em primeiro lugar com o tempo de 3h02min08, enquanto Barreda foi apenas o 17.º colocado e caiu para a segunda posição na classificação.

Na disputa dos carros, a liderança também mudou de mãos, como tem acontecido diariamente nesta edição da prova. Dessa vez, a ponta voltou para o espanhol Nani Roma, que já tinha sido o primeiro colocado anteriormente - o português Carlos Souza, o francês Stephane Peterhansel e o espanhol Carlos Sainz foram os outros pilotos que terminaram o dia na frente.

Para voltar à liderança, que tinha sido perdida no dia anterior para Carlos Sainz, Nani Roma venceu a quinta etapa nesta quinta-feira, ao fazer o tempo de 4h27min01 - ao contrário das motos, o percurso original de 527 quilômetros foi mantido. Enquanto isso, o antigo líder chegou a errar o trajeto e terminou apenas em 18º lugar, caindo para sexto no geral.

Entre os brasileiros, o melhor desta quinta-feira foi Guilherme Spinelli, que completou o percurso em 28º lugar, com o tempo de 6h08min49, e está na 16ª posição na classificação geral dos carros. Nas motos, Jean Azevedo abandonou a prova, após enfrentar problemas mecânicos no dia anterior.

Nesta sexta-feira, acontece a sexta etapa do Rali Dacar, prova que passa por três países - Bolívia e Chile são os outros - e vai até o dia 18 de janeiro. Entre as cidades de Tucumán e Salta, ambas na Argentina, serão 424 quilômetros de trecho cronometrado paras os carros e 400 nas motos.

Tudo o que sabemos sobre:
Rally DakarMarc ComaRali Dacar

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.