Marc Coma e Nani Roma seguem líderes no Rali Dacar

Dia foi marcado pela notícia da morte do piloto belga Eric Palante

Agência Estado

10 de janeiro de 2014 | 18h33

SALTA - Num dia marcado pela notícia da morte do piloto belga Eric Palante - além de outras duas pessoas que acompanhavam a prova -, o Rali Dacar não teve nesta sexta-feira alteração entre os líderes. Assim, após a disputa da sexta etapa, entre as cidades de Tucumán e Salta, na Argentina, os espanhóis Marc Coma e Nani Roma seguem na primeira colocação, respectivamente, das motos e dos carros.

Nesta sexta-feira, com 400 quilômetros de percurso, Marc Coma ficou em segundo lugar, atrás apenas do francês Alain Duclos, que venceu com o tempo de 4h21min34. Com isso, o piloto espanhol segue líder da classificação geral das motos, com mais de 42 minutos de vantagem sobre o seu compatriota Joan Barreda Bort.

Nos carros, o percurso desta sexta-feira teve 424 quilômetros. O melhor do dia foi o francês Stephane Peterhansel, com o tempo de 2h42min58. Mas Nani Roma, ao completar a sexta etapa em sexto lugar, manteve a liderança na classificação geral, agora com 30 minutos de vantagem sobre o argentino Orlando Terranova.

Entre os brasileiros, apenas um ainda segue na disputa do Rali Dacar. Jean Azevedo foi o primeiro a abandonar, com problemas mecânicos. Também nas motos, Dário Júlio sofreu uma queda na quinta-feira e deu adeus à disputa. E Reinaldo Varela, com o carro danificado, teve que desistir da prova nesta sexta.

Único sobrevivente brasileiro, Guilherme Spinelli está em 15º lugar na classificação geral dos carros, mesma posição que conseguiu nesta sexta-feira. Assim como os outros participantes, ele terá o dia de folga neste sábado, para ganhar forças para completar a difícil prova que vai até 18 de janeiro.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.