Christophe Petit Tesson/EFE
Christophe Petit Tesson/EFE

Marc Hirschi vence a 12ª etapa da Volta da França; Roglic continua na liderança

Suíço leva a melhor na disputada entre as cidades de Chauvigny e Sarran Corrèze

Redação, Estadão Conteúdo

10 de setembro de 2020 | 13h55

O suíço Marc Hirschi venceu nesta quinta-feira a 12.ª etapa da Volta da França, a mais tradicional prova de ciclismo de estrada do mundo, disputada entre as cidades de Chauvigny e Sarran Corrèze, sendo este o percurso mais longo desta edição com um total de 218 km. Em pouco mais de cinco horas de prova (5h08min49s), o ciclista da equipe Sunweb cruzou a linha de chegada com 47 segundos de vantagem sobre o francês Pierre Rolland.

A equipe Sunweb foi o grande destaque desta etapa, já que colocou dois ciclistas entre os três primeiros colocados. Além de Hirschi, o dinamarquês Soren Kragh Andersen chegou em terceiro lugar na etapa a 52 segundos do vencedor. O resto do pelotão ficou 2min30s atrás.

Esta foi a primeira vez que Marc Hirschi vence uma etapa das Grandes Voltas - as outras duas são o Giro D´Italia e a Volta da Espanha. Além disso, a Suíça encerra um jejum de oito anos sem vencer um estágio da Volta da França. O último ciclista a conquistar tal feito foi Fabian Cancellara, que ganhou a etapa de abertura em 2012.

Não houve alterações na classificação geral (camisa amarela), com o esloveno Primoz Roglic, da equipe Jumbo-Visma, liderando com 21 segundos de vantagem sobre o colombiano Egan Bernal, da Ineos, e com 28 para o francês Guillaume Martin, da Cofidis.

A 13.ª etapa da Volta da França será disputada nesta sexta-feira entre as cidades de Châtel-Guyon e Puy Mary. Será uma prova de média-montanha com um percurso de 191,5 km.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.