Marcelle pronta para novo desafio

O treinador da seleção feminina brasileira de vôlei, Marco Aurélio Motta, disse que sua convocação será técnica, mas ainda não deixou claro se voltará a chamar as jogadoras "rebeladas" na temporada passada e que não foram ao Mundial da Alemanha (Érika, Walewska, Elisângela, Fofão e Raquel; Virna pediu dispensa por motivos pessoais). A seleção começou a treinar, no Rio, com as jogadoras que já foram convocadas. A levantadora Marcelle, atleta na qual o treinador deposita total confiança, disse que voltou para reafirmar seu espaço e que essa será uma temporada muito importante para sua carreira. "Fui persistente e lutei para conquistar meu espaço, esse será um ano de eu me firmar", observa a levantadora de 27 anos e 1,86 metro. Mesmo achando que este ano enfrentará mais pressões, não só pela confiança que recebeu do treinador, mas também pelo prêmio de melhor levantadora do Mundial que ganhou no ano passado, disse que está pronta para suportar. A seleção inicia a temporada disputando a Montreux Volley Masters, de 3 a 8 junho, na Suíça, e o Grand Prix da Ásia, de 11 de julho a 10 de agosto - o time principal não irá aos Jogos Pan-Americanos de São Domingos, de 1.º a 17 de agosto, na República Dominicana, por causa da coincidência de datas. O vôlei levará um time juvenil ao Pan.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.