Marcio Braga culpa crise por problema na ginástica

Dirigente anunciou que os contratos de Diego e Daniele Hypolito e Jade Barbosa não seriam renovados

AE, Agencia Estado

24 de janeiro de 2009 | 12h45

O presidente do Flamengo, Marcio Braga, convocou uma reunião na noite desta sexta-feira com os ginastas Diego e Daniele Hypolito e Jade Barbosa, a fim de comunicar aos atletas que seus contratos não seriam renovados. Após a conversa, o dirigente máximo do clube carioca tentou explicar os motivos que levaram o Flamengo à decisão, e escolheu a crise econômica mundial como a principal culpada.Veja também: Revoltado com reunião, Diego Hypólito deixa o Flamengo"Estamos passando por um momento muito complicado, acabou o dinheiro!", disse Marcio Braga. "Em razão da crise que abalou o mundo inteiro não temos mais condição de manter os esportes olímpicos dentro deste modelo de gestão", afirmou o dirigente, lembrando que os ginastas podem continuar treinado no clube se quiserem, mas não receberão mais salário do Flamengo.Além da crise mundial, Marcio Braga ainda apontou a falta de repasse de verbas do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) como um dos principais fatores para o impasse na ginástica. "Sem patrocínio e sem apoio do COB ou do governo não temos como cumprir os compromissos e manter a ginástica olímpica", disse.Após a reunião desta sexta, Diego Hypólito já declarou que ele e a irmã não continuarão treinando no clube. Apesar do problema para renovar o contrato dos ginastas, o Flamengo pediu um prazo de 90 dias para "tentar buscar soluções" para o departamento de esportes olímpicos do clube.

Tudo o que sabemos sobre:
ginásticaFlamengocriseMarcio Braga

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.