Marcos admite que time deu adeus à luta pelo título

Marcos jogou a toalha depois do empate de ontem em Florianópolis e admitiu que o Palmeiras está fora da briga pelo título. O goleiro também reconheceu que até a luta por uma vaga na Libertadores ficou mais complicada. "Com esse resultado, a gente praticamente dá adeus ao título. Agora, precisamos trabalhar para tentar chegar na Libertadores e não perder mais tantos pontos que nos fazem falta agora."

, O Estado de S.Paulo

19 de setembro de 2011 | 00h00

Para o goleiro, o principal problema do Palmeiras é a campanha como visitante. Foram 12 jogos, com uma vitória, sete empates e quatro derrotas. "A pior coisa que a gente fez no campeonato foi ter vencido pouco fora. Hoje (ontem) dava para vencer, mas com as expulsões perdemos o ataque", afirmou.

Para o atacante Kleber, a falta de sorte foi a maior culpada pelo resultado. "Lutamos, mas a falta de sorte é grande. Falta muita coisa para o time, mas isso também está nos dificultando. No gol do Avaí, a bola bateu no Henrique e encobriu o Marcos", ponderou.

Apesar da boa atuação, Marcos Assunção deixou o campo vaiado pelos palmeirenses. "Pela posição do time, alguém tem de ser culpado. Faz parte", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.