Marcos comemora e pede o time no ataque em Curitiba

Marcos sofreu com as bolas alçadas por Paulo Baier na área. Seguro, o goleiro comemorou o resultado e a postura defensiva do Palmeiras na noite de ontem. Pede, entretanto, mais força ofensiva na partida de volta, em Curitiba. "Se a gente fizer um gol lá, vamos ficar bem perto da vaga", comentou. "Temos de jogar assim: se defender bem em casa e atacar bastante fora."

Daniel Akstein Batista, O Estado de S.Paulo

16 de abril de 2010 | 00h00

Autor do gol, o atacante Robert vibra com sua boa fase. "Estou sempre ajudando o time em jogos difíceis", comentou. "Jogamos bem taticamente, mas podíamos ter feito mais um gol", lamentou, com um discurso parecido com o de Marcos. "Temos de marcar um gol lá fora."

O zagueiro Danilo resumiu o espírito da equipe. "Não fomos brilhantes, mas fomos bem na base da superação e é isso o que a torcida gosta."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.