Marcos, titular no último Brasileiro da vitoriosa carreira

Goleiro estreia hoje contra o Botafogo, em Rio Preto, e já começa a contagem regressiva para a [br]aposentadoria de dezembro

Daniel Akstein Batista, O Estado de S.Paulo

22 de maio de 2011 | 00h00

O Palmeiras começa o Brasileiro pressionado, sem casa, mas com um de seus maiores ícones em ação. O goleiro Marcos está confirmado no time titular e inicia o último Nacional da carreira.

A partida das 16 horas, contra o Botafogo, está marcada para São José do Rio Preto - o clube paulista cumpre punição por causa dos incidentes de sua torcida na competição do ano passado.

Marcos, de 37 anos, já avisou que vai parar em dezembro. Até lá, pretende seguir fazendo aquilo que o consagrou, mas espera não ter de passar por vergonha parecida como a de Curitiba, há 20 dias, na derrota de 6 a 0 para o Coritiba pela Copa do Brasil.

Naquele jogo, Marcos voltava a atuar após três meses e criticou a falta de empenho dos companheiros. Mas, para Luiz Felipe Scolari, a partida do Couto Pereira já ficou para trás. "Não precisamos de muitas mudanças, temos um time equilibrado. E podemos aspirar chegar nas primeiras colocações", acredita o técnico.

Sem o Palestra Itália, em reforma para a futura Arena, Felipão já avisa que o Palmeiras pode mandar mais jogos no interior, além de hoje. E também usar o Canindé, além, é claro, do Pacaembu, nas partidas da capital. "Vamos ter de fazer de todos os estádios do Brasil a nossa casa."

Apesar dos tropeços no Estadual e na Copa do Brasil, Felipão aposta no Palmeiras. Ainda mais agora, com a presença de Marcos. "Eu, o departamento médico, o Carlão (Pracidelli, preparador de goleiros)... Estamos todos contentes", falou. "Ele (Marcos) treinava com 50% de sua capacidade e agora está com 80%, e quase sem dor. Está bem animado e vai fazer seu último Brasileiro em grandes condições."

Hoje, o time não terá os machucados Valdivia, Lincoln, Cicinho, Rivaldo e Wellington Paulista.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.