World Archery
World Archery

Marcus D’Almeida conquista medalha de ouro inédita em etapa da Copa do Mundo de tiro com arco

Brasileiro supera três campeões olímpicos e vence de virada em flecha desempate em Paris, sede da próxima Olimpíada, em 2024

Redação, Estadão Conteúdo

26 de junho de 2022 | 12h30
Atualizado 26 de junho de 2022 | 18h57

Um desempenho excelente na manhã deste domingo coroou com a medalha de ouro o brasileiro Marcus Vinicius D’Almeida na etapa de Paris da Copa do Mundo de tiro com arco, feito inédito na carreira do atleta de 24 anos. Marquinhos, como é chamado pelos amigos, disputou ponto a ponto com o sul-coreano Kim Je Deok e foi impecável no shoot-off para ficar com a primeira colocação na França. Ele passou por medalhistas olímpicos para subir ao pódio na competição.

“Estou me sentindo ótimo. Na Coreia do Sul foi por uma flecha que fiquei fora, então a gente trabalhou muito este tempo que ficamos no Brasil. Esta flecha que me tirou do jogo, nós trabalhamos para não ocorrer aqui em Paris e agora estamos garantidos na final do México”, disse o brasileiro, referindo-se à próxima disputa.

“Eu entrei com uma cabeça no Mundial, e aqui entrei com outra disposição. Estava mais focado no ouro, na conquista da medalha. Ganhei de campeões olímpicos. Este é o meu momento e estou orgulhoso”, celebrou Marquinhos, que foi prata nos Jogos Olímpicos da Juventude, em 2014, e vice-campeão mundial ano passado. Com o ouro inédito, ele garante sua participação na etapa final da Copa do Mundo no México, em 15 e 16 de outubro.

O brasileiro venceu seus sete combates nesta etapa para confirmar o pódio, inclusive passando pelo campeão olímpico Mete Gazoz nas quartas de final e por dois atletas sul-coreanos, principal força da modalidade. O sexto colocado do ranking mundial estava muito concentrado e não deixou que nada o atrapalhasse nas miras. 

Na semifinal, o atleta superou Oh Jin Hyek por 6 a 4 para disputar o ouro com o também sul-coreano Kim Je Deok. A disputa pelo lugar mais alto do pódio começou com Kim abrindo vantagem no primeiro set, mas Marquinhos não permitiu que o rival se distanciasse na contagem dos pontos. 

Após empate na terceira rodada, o brasileiro acertou na parte vermelha do alvo e Kim abriu 5 a 3, placar que foi igualado por Marquinhos novamente na rodada seguinte. A virada veio na disputa do desempate, a flecha de ouro. O asiático começou com um tiro de 9 pontos, mas o brasileiro carimbou o centro do alvo para confirmar seu primeiro ouro em etapa de Copa do Mundo. “Foi intenso, e agora meu objetivo é a disputa no México”, disse.

No fim do ano passado, no Campeonato Brasileiro de tiro com arco, realizado em Maricá, no Rio, Marcus D’Almeida já havia festejado o primeiro lugar no masculino individual. Foi o sexto ouro do atleta em torneios nacionais.

Nos Jogos de Tóquio, ele ficou na nona colocação, perdendo nas oitavas de final. O Brasil nunca tinha ido tão longe.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.