Márcio Fernandes
Márcio Fernandes

Maresias prepara carreata e grande festa para Gabriel Medina

Campeão mundial de surfe será homenageado em sua cidade, com direito a desfile em carro dos bombeiros, show musical e escultura

REGINALDO PUPO, O Estado de S. Paulo

23 de dezembro de 2014 | 07h05

Quatro dias depois de se tornar o primeiro brasileiro campeão mundial de surfe, Gabriel Medina desembarca no início da tarde desta terça-feira no aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, vindo do Havaí. O garoto comemorou seus 21 anos, completados nesta segunda-feira, em plena viagem, e conta as horas para voltar para casa, em São Sebastião.

O roteiro já está pronto, e começará com uma entrevista coletiva com início previsto para as 19 horas, em um hotel próximo ao aeroporto. "Queremos todo mundo lá", convocou Charles Saldanha, padrasto e técnico do surfista, ainda antes da viagem de volta para o Brasil. Na manhã de quarta-feira, Medina chega à sua cidade, que estará em festa na véspera de Natal.

Não se fala em outra coisa nas esquinas e praias do município de 80 mil habitantes, localizado no litoral norte de São Paulo e distante 197 km da capital. É em São Sebastião que fica a badalada praia de Maresias, onde o atleta aprendeu a romper as primeiras ondas.


Faixas e cartazes estão espalhados por ruas e praias da cidade enaltecendo a façanha do garoto. E a prefeitura local preparou uma grande festa para receber seu morador ilustre, que terá direito a passeio em carro aberto do Corpo de Bombeiros.

Por volta das 10 horas desta quarta será realizada uma carreata que sairá de Juquehy e terminará em Maresias. Uma estrutura com palco e som será montada para receber o atleta, que está sendo chamado de "o novo herói" na cidade. MC Lesk, que fez um funk em homenagem ao surfista, será o responsável por animar a festa. "É Medina, jovem do litoral, de Maresias para o surfe mundial. Talento e ousadia nas ondas do campeão. É Gabriel Medina, orgulho de uma nação", diz o refrão da música.

A Prefeitura de São Sebastião informou que reformará a Praça do Surfe, em Maresias, que vai ganhar uma calçada da fama e uma escultura. A ideia é eternizar o tubo que Medina pegou em Teahupoo, no Taiti, em agosto, na etapa em que derrotou Kelly Slater, 11 vezes campeão mundial, na final.

EXEMPLO PARA JUVENTUDE

A conquista do título mundial de surfe por Gabriel Medida poderá incentivar outros atletas que já atuam no esporte ou pretendem praticá-lo.

Adolescentes que estão aprendendo a pegar as primeiras ondas veem em Gabriel um modelo a ser seguido. "Ele encanta por sua simplicidade e humildade", derrete-se a veterinária Ana Gonçalves Abreu, de 28 anos, que já surfou na adolescência e vem acompanhando a trajetória de Medina. "Quero que meu filho siga o exemplo dele, com garra e determinação. Acho que foram essas duas qualidades que o ajudaram a conquistar o título."

Rodrigo Mechiolli, de 16 anos, é sempre acompanhado por seu pai nas praias do litoral norte. Ele sonha em se tornar um profissional da modalidade. "Já surfei em Maresias e fico feliz de surfar num lugar onde o atual campeão também surfa."

O aprendiz pretende acompanhar a chegada do ídolo na praia de Juquehy. "Quero um autógrafo dele. Se não conseguir, já ficarei feliz em vê-lo de perto", diz. "Sou suspeito para falar, mas acho que meu filho leva jeito para o esporte. Temos de incentivar, é o que ele gosta. E Gabriel Medina é um grande exemplo a ser seguido por esta nova geração", frisou o pai, João Mechiolli.

O litoral norte é conhecido por ter praias propícias para a prática do surfe. Algumas prefeituras mantêm escolinhas para que adolescentes interessados no esporte possam ter as primeiras noções.

Em São Sebastião, além de Maresias, surfistas buscam as praias de Juquehy, Brava e Camburi. Em Ubatuba, a mais procurada é a de Itamambuca, que já foi palco de diversos campeonatos.

Tudo o que sabemos sobre:
surfeGabriel Medina

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.