Marílson bate recorde sul-americano da meia maratona

Brasileiro estabelece nova marca na Meia Maratona de Udine, na preparação para correr em Nova York

14 de outubro de 2007 | 16h26

Marilson dos Santos bateu o recorde sul-americano neste domingo na Meia Maratona de Udine, na Itália, no Mundial de Corridas de Rua. Ele foi o sétimo colocado ao completar o percurso de 21 quilômetros em 59min33s. A prova serviu de preparação para o brasileiro que tenta o bicampeonato da Maratona de Nova York, no mês que vem. O campeão da prova italiana foi Zersenay Tadesse, da Eritréia, com 58min59s. O pódio ainda foi completado pelos quenianos Patrick Musyoki (59min02), e Evans Cheruyot, com 59min05. No feminino, ouro e recorde mundial para a holandesa Lornah Kiplagat, com 1min06s25. A marca anterior pertencia à sul-africana Elana Meyer, com 1min06s44, obtida em Tóquio, em 1999.O Brasil ainda foi representando por Clodoaldo da Silva (39.º), João Ferreira Lima (40.º), Giomar Pereira da Silva (62.º) e José Teles (63.º). Entre as mulheres, Ednalva Laureano, a Pretinha, foi a 41.ª e Lucélia Peres, 48.ª. Por equipes, o troféu ficou com o Quênia, seguido pela Eritréia e pela Etiópia. O Brasil ficou em nono. O regulamento da competição determina a soma dos tempos dos três primeiros colocados de cada País. A equipe brasileira não pontuou no feminino, já que Marizete dos Santos e Maria Zeferina Baldaia pediram dispensa por problemas de anemia. A próxima edição será no Rio de Janeiro, no ano que vem.

Tudo o que sabemos sobre:
maratonaMarilson dos Santos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.