Marílson consegue viajar para Maratona de Londres

O caos aéreo na Europa, por causa da erupção do vulcão na Islândia, atrasou a programação do brasileiro Marílson Gomes dos Santos. Mas ele conseguiu embarcar nesta quarta-feira, um dia depois do previsto, para a disputa da Maratona de Londres, que acontecerá no domingo.

AE, Agência Estado

21 de abril de 2010 | 16h27

Bicampeão da Maratona de Nova York (2006 e 2008), Marílson seguiu de avião para Madri, na Espanha. Depois, pegaria outro avião para Paris, na França, de onde seguiria de trem para Londres, na Inglaterra. Assim, espera escapar dos problemas causados pelo caos aéreo.

Na preparação para a Maratona de Londres, Marílson passou as últimas três semanas treinando na altitude de Campos do Jordão, no interior de São Paulo. "Fiz treinos bons e quero baixar a minha marca pessoal (fez 2h08min37, na própria cidade britânica, em 2007)", disse o fundista.

"Não me prendo muito ao fato do quanto posso fazer em termos de tempo, mas planejei fazer uma prova rápida, num percurso que pode ajudar, mas também pode atrapalhar. Vou tentar dosar bem a prova para alcançar o que planejamos", explicou Marílson, ao revelar sua estratégia.

Tudo o que sabemos sobre:
atletismoMarílson Gomes dos Santos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.