Marilson é 4.º na Meia Maratona de Bogotá

O brasileiro Marilson dos Santos, representante do Brasil na prova da maratona nos Jogos Olímpicos de Pequim, ficou em quarto lugar na Meia Maratona de Bogotá, disputada ontem, ao terminar a prova com um tempo total de 1h05min05s, dois minutos a mais do que o vencedor, o queniano Issac Macharia, que terminou a prova com o tempo de 1h3min38s. Os corredores quenianos ocuparam todos os lugares do pódio: Kiprono Mutai e Kiplimo Kimutai ficaram em segundo e terceiro no masculino, e Pamela Chepchumba, Neriah Asiba e Emily Samoeien terminaram em primeiro, segundo e terceiro no feminino.Como a altitude exerce sobre o organismo humano um efeito semelhante ao da poluição que será encontrada em Pequim, Marilson havia passado as últimas duas semanas treinando da cidade de Paipa, também na Colômbia, a 2.600 m acima do nível do mar, como preparação não só para enfrentar os 21 km da prova de Bogotá, mas já pensando nos Jogos Olímpicos. Para o técnico de Marilson, Adauto Domingues, esse treinamento feito agora na altitude poderá ser até decisivo para a obtenção de um bom resultado na prova olímpica, já que a poluição na capital chinesa fará com que todos os atletas tenham alguma queda de rendimento."Mas talvez a de Marílson seja menor", Adauto espera.Marilson seguirá direto da Colômbia para Pequim a fim de se adaptar mais rapidamente ao fuso horário e às condições climáticas que encontrará na China. O principal adversário do maratonista brasileiro deve ser o marroquino Ridouane Harroufi, que tem como sua melhor marca 1h01min37s, ou seja, quatro minutos a menos do que Marilson conseguiu ontem.O queniano Issac Macharia, que venceu a Meia Maratona de Bogotá, também estará em Pequim e é outro adversário a ser temido.Cerca de 45 mil corredores estavam inscritos na Meia Maratona da capital colombiana.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.