Wagner Carmo/Divulgação
Wagner Carmo/Divulgação

Marilson realiza o sonho de correr a Maratona de Berlim

Principal maratonista brasileiro corre na capital alemã, na madrugada de domingo, em busca do recorde sul-americano

Amanda Romanelli, O Estado de S. Paulo

28 de setembro de 2013 | 11h01

SÃO PAULO - Longe das maratonas desde a Olimpíada de Londres, em 2012, quando terminou com o 5.º lugar, Marilson Gomes dos Santos realiza amanhã um sonho. Pela primeira vez, ele correrá a Maratona de Berlim, considerada a mais rápida do mundo, já que oito recordes mundiais foram quebrados em seu percurso rápido e plano. A largada é às 3h45 (de Brasília) do domingo.

 

O objetivo de Marilson é correr sua melhor marca pessoal e, se possível, superar o recorde sul-americano estabelecido por Ronaldo da Costa em 1998 – na ocasião, o ex-corredor estabeleceu o recorde mundial ao vencer a prova de Berlim em 2h06min05.

 

Marilson está muito perto dessa marca. Em 2011, na Maratona de Londres, ele fez 2h06min34. "Por um motivo ou outro eu sempre fiz o circuito Londres – Nova York. Dessa vez, gostaria de correr uma maratona rápida. Por isso, me preparei e a escolha foi Berlim", disse o fundista.

 

O queniano Wilson Kipsang, dono da segunda melhor marca da história – 2h03min42, quatro centésimos acima do recorde mundial de Patrick Makau – é o favorito para a vitória. Seu objetivo é, justamente, tornar-se o homem mais rápido do mundo nos 42.195 m. "Sei que é possível. Treinei no meu máximo desde o início. Foi uma preparação ótima."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.