ZDL/Divulgação - 17/06/2011
ZDL/Divulgação - 17/06/2011

Marily dos Santos exalta novo percurso da São Silvestre

Brasileira acha que trajeto com mais descidas diminui favoritismo das africanas

AE, Agência Estado

28 de dezembro de 2011 | 14h17

SÃO PAULO - Uma das esperanças de vitória brasileira na 87ª edição da Corrida Internacional de São Silvestre, Marily dos Santos aprovou o novo percurso da prova, que acontecerá na tarde de sábado, nas ruas de São Paulo. A principal modificação no trajeto é que o final da disputa não será mais na avenida Paulista, acontecendo agora no Obelisco do Ibirapuera.

"O percurso é a grande motivação. Ter mais descida, principalmente depois de uma longa subida, é bom, pois é um tipo de relevo que torna a disputa mais emocionante, sem favoritas, sejam elas estrangeiras ou brasileiras. Qualquer atleta pode surpreender", disse Marily, que já conseguiu um terceiro lugar na São Silvestre de 2008 - ficou na sétima posição no ano passado.

Além de Marily, outras fortes candidatas do Brasil à vitória na São Silvestre deste ano são Adriana Aparecida da Silva, Lucélia de Oliveira Peres, Maria Zeferina Baldaia, Conceição Oliveira e Cruz Nonata. Mas o maior desafio das brasileiras será superar as favoritas quenianas, que terão seis representantes na corrida de sábado.

Tudo o que sabemos sobre:
atletismoSão Silvestre

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.