EFE
EFE

Mario Gómez volta aos treinos e aumenta chances de ir à Copa

nesta temporada, atacante tem apenas dois gols marcados pela Fiorentina

Agência Estado

05 de fevereiro de 2014 | 15h41

FLORENÇA - A Fiorentina e a seleção alemã receberam nesta quarta-feira uma boa notícia. O atacante Mario Gómez voltou a treinar no clube de Florença após ficar cinco meses afastado dos gramados por causa de uma lesão no joelho esquerdo, aumentando as esperanças de disputar a Copa do Mundo no Brasil, além de ajudar o seu time na luta por uma vaga na próxima Liga dos Campeões da Europa.

Com tanto tempo afastado do futebol, Gómez brincou com os seus companheiros da Fiorentina ao entrar em campo. "Olá, meu nome é Mario e eu sou um atacante", disse o jogador alemão, que foi contratado pelo time de Florença antes do início da temporada 2013/2014 do futebol europeu junto ao Bayern de Munique por 20 milhões de euros, de acordo com a imprensa europeia.

O atacante alemão marcou dois gols nas quatro primeiras partidas que disputou pela Fiorentina, mas na quinta, contra o Cagliari, em 15 de setembro, se lesionou. A previsão inicial era de que Gómez ficasse seis semanas afastado dos gramados, mas complicações na sua recuperação adiaram a sua volta aos treinos e colocaram sob risco a sua participação na Copa do Mundo.

Gómez é um dos atacantes preferidos de Joachim Löw, técnico da seleção alemã, e se conseguir se manter ativo nos próximos meses, deve ser convocado para a Copa do Mundo. Tanto que o treinador mostrou a sua predileção pelo jogador em janeiro, quando o chamou para eventos publicitários da equipe, mesmo que estivesse lesionado naquele momento.

Mesmo sem Gómez, a Fiorentina faz boa campanha no Campeonato Italiano e ocupa o quarto lugar - os três primeiros se classificam para a próxima Liga dos Campeões. Mas se o alemão já está de volta, o clube de Florença ainda não pode contar com o atacante Giuseppe Rossi.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.