Márquez lidera treinos livres da etapa checa da MotoGP

Iannone e Lorenzo completaram o grupo dos três mais rápidos

Agência Estado, Estadão Conteúdo

19 de agosto de 2016 | 11h01

Líder da temporada 2016 da MotoGP, o espanhol Marc Márquez começou muito bem o fim de semana da etapa da República Checa, a 11ª do campeonato. Nesta sexta-feira, o piloto da Honda foi o mais rápido das duas sessões de treinos livres no circuito de Brno.

Sexto colocado no primeiro treino livre, Márquez melhorou consideravelmente seu desempenho na sequência, registrando o melhor tempo do dia com a marca de 1min55s840. Assim, terminou o dia na frente e aumentou as esperanças de repetir a vitória que teve em 2013 na República Checa.

Embalado pela vitória na última prova, na Áustria, o italiano Andrea Iannone liderou a sessão inicial em Brno, mas depois acabou sendo superado por Márquez e fechou a sexta-feira em segundo lugar, com a marca de 1min55s944, registrado com a sua Ducati.

Vencedor da corrida da República Checa em 2015 e também em 2010, o espanhol Jorge Lorenzo, da Yamaha, ficou em terceiro lugar, com o tempo de 1min55s977, sendo o último piloto a registrar uma volta com um tempo menor que 1min56s nesta sexta em Brno.

O espanhol Hector Barberá, da Avintia Ducati, veio logo atrás, na quarta posição, seguido pelo italiano Valentino Rossi, da Yamaha, dono de cinco vitórias em Brno na MotoGP, sendo a última delas em 2009.

A relação dos dez primeiros colocados foi completada, em ordem, pelo italiano Andrea Dovizioso, da Ducati, pelo espanhol Aleix Espargaró, da Suzuki, pelo britânico Bradley Smith, da Yamaha Tech 3, e pelos espanhóis Maverick Viñales, da Suzuki, e Dani Pedrosa, da Honda.

Os pilotos voltam ao circuito de Brno neste sábado, quando será realizado o treino de classificação, a partir das 9h10. A etapa da República Checa da MotoGP está marcada para domingo, com largada prevista para as 9 horas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.