Márquez sofre queda, mas garante pole na etapa de Aragão da MotoGP

Mesmo sofrendo uma queda no minuto final do treino classificatório em Aragão, o espanhol Marc Márquez buscou sua sétima pole position na temporada 2015 da MotoGP, neste sábado, na Espanha. Ele desbancou o compatriota Jorge Lorenzo com um novo recorde no traçado espanhol. O italiano Valentino Rossi, líder do campeonato, vai largar somente da sexta posição.

Estadão Conteúdo

26 de setembro de 2015 | 10h45

Márquez anotou o tempo recorde de 1min46s635 antes de sofrer uma leve queda, nos instantes finais do treino. Com a performance, o piloto da Honda superou em quase meio segundo a própria marca, de 1min47s187, registrada na temporada passada.

Mesmo com Márquez fora do treino, Lorenzo não conseguiu alcançar a pole do compatriota. O vencedor da etapa de Aragão de 2014 vinha exibindo grande ritmo no circuito espanhol, com o melhor tempo de sexta-feira. No entanto, o piloto da Yamaha caiu de rendimento neste sábado e registrou 1min46s743.

O italiano Andrea Iannone, da Ducati, obteve o terceiro posto no grid, com o tempo de 1min47s178. Seu compatriota Valentino Rossi decepcionou neste sábado, após se destacar nos treinos livres. Na sexta-feira, foi o segundo mais rápido, atrás apenas de Lorenzo. Na classificação, teve desempenho discreto. Anotou o tempo de 1min47s492 e não passou do 6º lugar.

Os espanhóis Pol Espargaró, da Yamaha, e Dani Pedrosa, da Honda, buscaram o quarto e o quinto lugares do grid, respectivamente, com 1min47s334 e 1min47s357. E o Top 10 teve ainda o também espanhol Aleix Espargaró (1min47s5730), que largará em sétimo e será seguido do britânico Cal Crutchlow (1min47s574), do italiano Danilo Petrucci (1min47s775) e do britânico Bradley Smith (1min47s830). A prova deste domingo terá largada às 9 horas (horário de Brasília).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.