Marroquino é 1.º caso de doping do Mundial de Atletismo

O marroquino Jamal Chatbi é o primeiro atleta flagrado em um exame antidoping na disputa do Mundial de Atletismo, que está sendo realizado em Berlim, desde o último sábado. Ele estava classificado para a final dos 3 mil metros com obstáculos, mas não participou da prova, disputada na tarde desta terça-feira, já que foi retirado da competição.

AE, Agencia Estado

18 de agosto de 2009 | 15h33

O exame realizado por Chatbi no sábado detectou a presença da substância clembuterol, um anabolizante. No dia seguinte, o atleta jamaicano participou da preliminar dos 3 mil metros com obstáculos e se classificou para a final com o tempo de 8min20s26, que foi o segundo melhor da sua série.

A Associação Internacional de Federações de Atletismo (Iaaf, na sigla em inglês) realiza no Mundial de Berlim um grande trabalho na luta contra o doping. Na última semana, a entidade anunciou a realização de mil exames antes e durante a competição.

Tudo o que sabemos sobre:
atletismoMundialJamal Chatbidoping

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.