Bruno Miani/Divulgação
Bruno Miani/Divulgação

Marta cobra mais campeonatos

Melhor do mundo pela 5ª vez em eleição da Fifa chega ao Brasil e diz que País precisa de melhor estrutura para crescer

, O Estado de S.Paulo

13 de janeiro de 2011 | 00h00

Marta, eleita pela quinta vez a melhor jogadora de futebol do mundo, desembarcou ontem em São Paulo, depois da cerimônia em Zurique, na segunda-feira, e seguiu para Araraquara, onde seu time, o Santos, participa do Torneio Internacional Interclubes. Mesmo cansada, a meia-atacante jogou 90 minutos e fez o gol do empate por 1 a 1 contra o Foz Cataratas - o resultado garantiu os dois times na final da competição, no sábado.

Mas, antes do jogo, Marta reencontrou as colegas e ganhou festa com bolo e champanhe. "Não estava esperando mais um prêmio, nem esta festa aqui", brincou a alagoana, de 24 anos. "A felicidade é grande, vamos trabalhar para o futebol feminino crescer."

Em meio à celebração, Marta pediu, outra vez, melhor estrutura para o futebol feminino no Brasil. Algo que cobra desde a conquista da medalha de prata pela seleção brasileira na Olimpíada de 2004, em Atenas. Na ocasião, o presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Ricardo Teixeira, prometeu apoio à modalidade e uma competição forte no País, o que, até hoje, não saiu do papel.

"As seleções da Alemanha, Suécia e EUA sempre chegam com muita força nas competições internacionais. E isso acontece porque nesses países existem ligas competitivas, bem disputadas e com um período de trabalho mais longo", comentou. "Apesar de no Estado de São Paulo existirem bons times, faltam novas opções de trabalho para que a gente possa ter uma atividade mais longa e chegar bem às competições." Poucas atletas conseguem crescer profissionalmente - justamente as que atuam fora do País.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSantos FCMarta

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.