Martine e Kahena avançam em 5º à medal race do Princesa Sofia

O Brasil não está tendo um bom desempenho no Troféu Princesa Sofia, mais tradicional etapa da Copa do Mundo de Vela, na Espanha. Apenas três barcos do País avançaram às regatas finais, que vão acontecer no sábado. O melhor resultado até aqui é inesperado: Dante Biachi e Thomas Lowbeer estão em terceiro na 49er. Na classe feminina do barco, a 49erFX, as campeãs mundiais Martine Grael e Kahena Kunze avançaram à medal race em quinto.

Estadão Conteúdo

03 de abril de 2015 | 15h57

Principais atletas olímpicas do Brasil no ano passado, Martine Kahena vêm fazendo um Princesa Sofia irregular. Elas conseguiram se recuperar nas últimas regatas da fase de classificação e somam 100 pontos perdidos, ainda próximas dos barcos da Austrália (98) e Holanda (90), brigando pelo bronze na medal race. O ouro é disputado por duas duplas dinamarquesas.

Na 49er, a surpresa se dá porque o Brasil não tem barcos entre os 30 melhores do ranking mundial. Marco Grael/Gabriel Borges fez um bom 10.º lugar na etapa de Miami da Copa do Mundo e agora Dante Biachi/Thomas Lowbeer reagiu com grandes chances de medalha em Palma de Maiorca. Com 81 pontos perdidos, eles não podem chegar à prata, mas dificilmente perdem o bronze, uma vez que o barco quarto colocado tem 97 pontos - participam da medal race 10 barcos, com pontuação dobrada, o que significa que a máxima diferença possível de reverter é de 18 pontos.

Dante e Marco brigam pela indicação do Brasil para os Jogos Olímpicos do Rio-2016, ocupando respectivamente o 32.º e 36.º lugar do ranking mundial. Como Marco, 11.º no Princesa Sofia, é filho do técnico da seleção brasileira de vela, Torben Grael, seu pai, e Lars Grael, seu tio, ambos membros do conselho técnico da vela, não poderão participar da escolha.

No sábado, o Brasil também disputa a medal race da 470 Feminina, com Fernanda Oliveira/Ana Barbacham, que estão em quarto, brigando por ouro, prata ou bronze. Concorrente por uma vaga olímpica, Renata Decnop e Isabel Swan ficaram no 15.º lugar.

OUTROS RESULTADOS - Já convocado para a Olimpíada, Jorge Zarif segue em fase ruim. O campeão mundial de 2013 na Finn foi só o 24.º colocado no Princesa Sofia. Brigando com Robert Scheidt pela vaga olímpica na Laser, Bruno Fontes também decepcionou, terminando no 35.º lugar. Scheidt não foi a Palma de Maiorca.

Na Laser Radial, Fernanda Decnop foi a melhor brasileira, em 38.º, com Maria Cristina Boabaid em 52.º e Odile Ginaid em 66.º. As três disputam a indicação olímpica, mas o Princesa Sofia não está entre os cinco eventos selecionados pela CBVela para avaliar o desempenho dos concorrentes.

Na 470 Masculina, Henrique Haddad/Bruno Bethlem ficou em 35.º, à frente de Geison Mendes/Gustavo Thiesen (44.º), invertendo a ordem do ranking mundial. Na RS:X, Bimba não foi para a Espanha. Reserva da seleção, Gabriel Bastos foi 31.º. Bruna Martinelli representou o Brasil na RS:X Feminina e ficou em 34.º. Patrícia Freitas, como Bimba, já está convocada para a Olimpíada.

Por fim, na Nacra 17, única classe mista da vela, um empate técnico entre brasileiros. Os gaúchos Samuel Albrecht e Geórgia Silva ficaram em 34.º, uma posição à frente dos cariocas João Bilhões e Gabriela Nicolino.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.