Wander Roberto/ Inovafoto
Wander Roberto/ Inovafoto

Martine e Kahena faturam ouro no evento-teste da vela no RJ

Campeões mundiais confirmam favoritismo para Olimpíada de 2016

Estadão Conteúdo

21 de agosto de 2015 | 19h05

Assim como aconteceu no ano passado, no primeiro evento-teste da vela na Baía de Guanabara, também na segunda edição do torneio, chamado Aquece Rio, só um barco brasileiro foi ao pódio, com ouro. E novamente as responsáveis pelo feito foram Martine Grael e Kahena Kunze, atuais campeãs mundiais, cada vez mais favoritas ao ouro na Olimpíada do Rio.

As brasileiras começaram o evento-teste com uma desclassificação na primeira regata e tiveram que correr atrás do prejuízo. Chegaram à medal race, nesta sexta-feira, na segunda colocação, atrás do barco da Itália. Com um quarto lugar na regata da medalha, terminaram com 72 pontos perdidos, contra 75 de Giulia Conti/Francesca Clapcich. A Suécia ficou em terceiro.

Em um ano, pouca coisa mudou na vela brasileira. E o evento-teste no Rio é um reflexo do momento. Martine Grael e Kahena Kunze vêm sendo as únicas velejadoras do País a subir regularmente no pódio. Robert Scheidt vem batendo na trave na Laser. Foi quarto no ano passado e repetiu o resultado agora.

Além deles, tem sido de praxe o Brasil ir à medal race em outras três classes. No evento-teste olímpico, isso aconteceu com Bimba (sétimo na RS:X), Fernanda Decnop (nona na Laser Radial) e Jorge Zarif (foi em nono à medal race de sábado, sem chances de medalha).

A decepção no Rio foi o 12º lugar de Fernanda Oliveira/Ana Luiza Barbachan na 470 Feminina. Elas ocupam o sétimo lugar do ranking mundial e vêm de título na etapa de Hyères (França) da Copa do Mundo.

Tudo o que sabemos sobre:
velaevento-testeMartine Grael

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.