Jesus Renedo/Sailing Energy/ World Sailing
Jesus Renedo/Sailing Energy/ World Sailing

Martine e Kahena seguem em 1º no Mundial com início da flotilha de ouro na 49erFX

Brasileiras atuais campeãs olímpicas se mantiveram na ponta após 11 regatas

Redação, Estadao Conteudo

06 de dezembro de 2019 | 16h20

O Mundial de Classe 49er, que está sendo realizado em Auckland, na Nova Zelândia, entrou nesta sexta-feira em uma fase decisiva com a divisão dos velejadores em três flotilhas e o Brasil segue com grandes chances de título na 49erFX, para mulheres, por conta do desempenho de Martine Grael e Kahena Kunze. No quarto dia de competição, as atuais campeãs olímpicas se mantiveram na ponta após 11 regatas. Nas três do dia, as duas obtiveram um sexto e um segundo lugar, além de um 22.º, que foi descartado.

Com 62 pontos perdidos, as brasileiras viram a concorrência acirrar a disputa e a dupla holandesa formada por Annemiek Bekkering e Annette Duetz encostaram depois de um dia consistente. Ficaram em segundo, primeiro e sexto lugares nas três regatas disputadas e diminuíram a diferença para 17 pontos.

A terceira colocação está com as alemãs Tina Lutz e Susann Beucke, que estão com 83 pontos perdidos. O desempenho nesta sexta-feira não foi tão bom, pois conseguiram dois oitavo lugares e um sétimo.

Já na classe 49er, para homens, os brasileiros não tiveram um resultado satisfatório. Marco Grael e Gabriel Borges seguem na 18.ª colocação geral, após um 11.º e um 13.º lugares, além de um 21.º descartado.

Na Nacra 17, o Brasil possui duas embarcações na disputa e ambas estão disputando a flotilha dourada. Samuel Albrecht e Gabriela Nicolino mantiveram a 10.ª colocação geral, enquanto que João Bulhões e Isabela Swan ganharam duas posições, subindo para o 18.º lugar.

Tudo o que sabemos sobre:
Martine GraelKahena Kunzevela

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.