Martine e Kahena sobem para 2º lugar em etapa da Copa do Mundo de vela

As brasileiras Martine e Kahena subiram para o segundo lugar da etapa inglesa da Copa do Mundo de Vela, em Weymouth. Disputando na classe 49er FX, a dupla se recuperou na competição ao obter o segundo, o primeiro e o terceiro lugares nas três regatas realizadas nesta quinta-feira. Elas haviam terminado o primeiro de disputas na quinta colocação.

Estadão Conteúdo

11 de junho de 2015 | 18h40

"Tivemos dois dias muito bons até, agora com condições de vento forte e bastante onda. Acho que foi muito importante ter chegado antes para se aclimatar, se acostumar a velejar com roupas de frio e aprender um pouco do vento daqui. Ainda estamos na metade do campeonato e com bastante regatas pela frente", disse Kahena, medalha de prata com Kahena na etapa passada, em Hyéres, na França.

Campeãs mundiais e líderes do ranking da classe, Martine e Kahena já estão convocadas para os Jogos do Rio pela Confederação Brasileira de Vela (CBVela). Antes disso, elas vão disputar os Jogos pan-americanos de Toronto, no próximo mês.

Enquanto a dupla se destaca em Weymouth, outros brasileiros seguem na briga pela vaga olímpica nas outras classes. A etapa inglesa é uma das que serão levadas em conta para a convocação.

Nesta disputa, Marco Grael, irmão de Martine, e Gabriel Borges duelam com Dante Bianchi e Thomas Low-Beer pela vaga olímpica na classe 49er. E Bianchi e Low-Beer estão em vantagem. Ao fim do segundo dia de regatas, eles ocupa o sexto lugar geral, enquanto seus rivais estão em nono.

Marco Grael e Gabriel podem praticamente se garantir na Olimpíada com um bom resultado em Weymouth porque ficaram à frente dos rivais nas últimas seis competições das quais os dois barcos participaram. Para tanto, precisam se recuperar nos próximos dias - a competição se encerra no domingo.

Na classe 470 Masculina, Henrique Haddad e Bruno Amorim estão na frente de Geison Dzioubanov e Gustavo Thiesen. Haddad e Amorim ocupam o 26º lugar geral, enquanto os compatriotas estão em 28º. Na corrida olímpica, a disputa também está parelha, com leve vantagem para Geison e Gustavo.

Bruno Fontes está em 18º no geral na classe Laser. Mas tem poucas chances de ir à Olimpíada. Isso porque Robert Scheidt tem enorme vantagem por não ter sido superado nenhuma vez em todo o ciclo olímpico. O favorito, contudo, ainda não foi oficialmente convocado. E não foi a Weymouth.

Já convocados, Jorge Zarif ocupa o 12º lugar na Finn em Weymouth, enquanto Bimba é o 4º colocado na RS:X. Patrícia Freitas (RS:X Feminina) e a dupla Fernanda Oliveira/Ana Luiza Barbachan, da 470 Feminina, também já garantidas na Olimpíada, optaram por não ir à Inglaterra.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.