Massa e Alonso adotam lei do silêncio na Itália

Na casa da Ferrari, em Monza, pilotos evitam nova polêmica sobre GP da Alemanha. Grid será definido hoje, às 9 horas

Livio Oricchio, O Estado de S.Paulo

11 de setembro de 2010 | 00h00

A McLaren tem tudo para confirmar hoje, na definição do grid do GP da Itália, às 9 horas (de Brasília), que Monza é mesmo uma grande pista para seu carro. As retas longas do circuito favorecem a velocidade do modelo de Lewis Hamilton e Jenson Button. A Ferrari, em casa, sabe que será difícil bater McLaren e Red Bull - nos treinos de ontem, Sebastian Vettel foi a mais veloz.

Na coletiva de imprensa, ontem, Fernando Alonso e Felipe Massa mal puderam falar sobre a corrida em Monza, decisiva para a Ferrari. Tiveram de responder a perguntas sobre o GP da Alemanha, especialmente sobre a ordem recebida para abaixarem o giro do motor - depois, apenas Alonso foi autorizado a voltar ao normal, razão pela qual o espanhol conseguiu se aproximar de Massa em Hockenheim.

Massa reforçou a postura de passividade e se recusou a comentar a manobra para favorecer Alonso. "Já falamos bastante (sobre o assunto). Estou aqui pensando nesta corrida e nas que faltam para acabar o campeonato", reagiu Massa. "Passei a vida toda na batalha para subir um degrau da escada e continuo na mesma, sei o que faço, o que é melhor para mim, o meu caminho." Alonso manteve a lei do silêncio.

Líder do Mundial com 182 pontos (três a mais que Mark Webber, da Red Bull), Lewis Hamilton se mostrou otimista, apesar de ter feito o quarto tempo. "Nas duas opções que testamos hoje, mais rápido nas retas e um pouco menos nas curvas ou menos veloz nas retas e mais nas curvas o carro está bem equilibrado."

Já Alonso, 2.º, acha difícil que a Ferrari repita o bom resultado hoje - Massa foi o 3º. Rubens Barrichello também está pouco confiante de igualar o bom 7.º lugar de ontem na Williams. "Perdi tempo de manhã, com o câmbio. Mas parece que o carro pode ir bem aqui." Já Bruno Senna teve sua pior sexta-feira até agora na F-1. Com problema de alimentação de combustível, o carro da Hispania nem foi para a pista.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.