Diego Azubel/EFE
Diego Azubel/EFE

Massa festeja resultado, mas lamenta toque de Ocon que o prejudicou na Malásia

Piloto brasileiro é prejudicado após a largada, mas comemora 9ª colocação

Estadão Conteúdo

01 Outubro 2017 | 16h26

O brasileiro Felipe Massa festejou a nona colocação que obteve no GP da Malásia de Fórmula 1, disputado neste domingo no circuito de Sepang, em Kuala Lumpur, devido às circunstâncias da prova. O piloto, que teve uma ótima largada, classificou o resultado como positivo para a equipe Williams.

+ Hamilton parabeniza Verstappen por vitória e admite cautela após terminar em 2º

+ Vettel se mantém otimista, mas pede atenção com problemas na Ferrari

+ Verstappen diz que aproveitou precaução de Hamilton para vencer na Malásia

+ Verstappen vence GP da Malásia; Vettel se recupera e fica em 4°

Mas, o brasileiro lamentou o toque que sofreu do francês Esteban Ocon, da Force India, logo após a largada, que lhe fez perder algumas posições e prejudicou o desempenho do carro na prova.

"Tive uma largada fantástica. Passei muitos carros. Então, fiquei realmente desapontado pelo incidente na curva 2, quando fui empurrado pelo Ocon. Perdi muitos lugares e danifiquei o assoalho do carro. Sinto que poderia ter ido mais alto se não tivesse ocorrido (o incidente). Mas, de uma maneira geral, o resultado foi positivo para a equipe. Marcamos pontos, enquanto Renault e Toro Rosso não. Isso nos ajuda no Mundial de Construtores", comentou Massa.

Felipe Massa somou mais dois pontos - nesta que foi a 15.ª prova da temporada deste ano - e chegou aos 33. O brasileiro ocupa agora o 11.º lugar no Mundial de Pilotos, um à frente do companheiro de equipe, Lance Stroll. Já a soma dos pontos de Massa e Stroll (65) deixa a Williams em quinto lugar no Mundial de Construtores.

Mais conteúdo sobre:
Fórmula 1Fórmula 1

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.