Massa supera espanhol e reafirma confiança na prova

Brasileiro espera que seu resultado ajude o companheiro de equipe a conquistar o campeonato e já faz planos para 2013

FELIPE ROSA MENDES, O Estado de S.Paulo

24 de novembro de 2012 | 02h05

Felipe Massa mostrou confiança ontem após se destacar no segundo treino livre do GP do Brasil, em Interlagos. O brasileiro, que já havia projetado vitória na quinta, exibiu maior empolgação ao superar o companheiro Fernando Alonso na segunda sessão e apresentar ritmo tão bom quanto o de Lewis Hamilton.

"Acho que fui o mais rápido na pista na simulação de corrida. O Hamilton virou bem, mas eu estava melhor que ele na simulação. No meu melhor tempo, peguei a zebra na saída do 'S do Senna', dei um pulo e acabei perdendo uns dois décimos. Acho que eu poderia ter virado o mesmo tempo do Vettel", afirmou o brasileiro, comparando-se ao líder do campeonato.

Massa se animou porque nas simulações de corrida, durante as sessões livres, os carros entram na pista com mais combustível. "Dá para ter uma noção melhor (sobre a situação dos rivais)", avaliou. "Lógico que muita coisa muda de sexta para sábado. Mas acho que foi uma boa sexta-feira. Fiquei feliz com o meu dia. Podemos ter um carro competitivo."

Ao fechar a segunda sessão com o quarto tempo, logo à frente de Alonso, Massa tenta dar sequência a sua boa recuperação nesta temporada, a partir de agosto. "Estou bem satisfeito com meu trabalho de agosto até agora. Isso é uma preparação para o ano que vem. Sabemos que a temporada começa com todos zerados. Não aprendi a dirigir agora. Sei do que sou capaz. E muita coisa muda de um ano para o outro", declarou Massa, já pensando em 2013.

Senna. Apesar de estar sem carro para 2013, Bruno Senna estava feliz após realizar seu único treino do dia em Interlagos. O piloto da Williams minimizou a previsão de chuva para a sessão de classificação de hoje e para a corrida de amanhã. "No seco ou no molhado, estaremos competitivos. Só precisamos trabalhar e decidir qual será o melhor acerto", comentou o brasileiro, que espera ir melhor do que o 13º tempo conquistado no segundo treino livre de ontem. "Nosso carro é rápido em corrida e sabemos que vamos conseguir fazer melhor."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.