Matheus Santana fica com a medalha de prata no Sul-Americano

Matheus Santana fica com a medalha de prata no Sul-Americano

Dono do recorde mundial júnior dos 100 metros livre, brasileiro fica em segundo em torneio de Mar Del Plata com tempo de 23s16

Estadão Conteúdo

04 de outubro de 2014 | 22h05

Recordista mundial júnior dos 100 metros livre, o jovem velocista Matheus Santana ficou com a medalha de prata na prova de 50 metros no Campeonato Sul-Americano de Natação, que está acontecendo em Mar del Plata, na Argentina. Ele nadou a prova em 23s16 e foi superado por Frederico Grabich, da Argentina.

Matheus tem como recorde pessoal um tempo um segundo mais rápido, mas, assim como outros brasileiros, não fez preparação especial para o Sul-Americano - o foco estava nos Jogos Olímpicos da Juventude, onde ganhou ouro nos 100m livre.

Oitava do ranking mundial nos 50m costas, Etiene Medeiros venceu os 50m costas com 28s50, tendo no pódio a companhia de Natalia de Luccas, medalhista de bronze com 29s79. Ouro também nos 100m borboleta com Marcos Macedo (52s81). Quinto nesta prova, Henrique Rodrigues venceu os 200m medley com o tempo de 2min01s12, fazendo dobradinha com Thiago Simon (2min02s05).

"Voltar a competir pelo Brasil é sempre uma honra. Passei por um período difícil na minha carreira após a cirurgia e agora só estou pensando em me preparar bem para as próximas competições", comentou Henrique Rodrigues, que ficou seis meses parado por conta de uma cirurgia no ombro.

O pódio dos 200m borboleta feminino também teve duas brasileiras, mas sem ouro. Julia Gerotto foi prata (2min16s27) e Nathalia Almeida conquistou o bronze (2min18s49). Miguel Valente ficou com a prata nos 1.500 metros e Pamela Alencar com o bronze nos 200m peito.

O Brasil lidera na pontuação principalmente porque vence todos os revezamentos. Neste sábado, ganhou o 4x100m medley no masculino e o 4x100m livre no feminino. A competição acaba neste domingo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.