Matheus Santana vence os 100m e Cielo fecha Maria Lenk sem nenhum ouro individual

Matheus Santana, da Unisanta, venceu neste sábado os 100m livre no Troféu Maria Lenk e de quebra conquistou o índice para o Pan de Toronto e para o Mundial de Kazan, na Rússia, com a marca de 48s78. A medalha de prata ficou com Cesar Cielo, do Minas Tênis (48s97), e o bronze com João de Lucca, do Pinheiros (49s15).

Estadão Conteúdo

11 de abril de 2015 | 20h29

Cielo, que já havia conquistado índice, encerrou sua participação individual na competição nacional sem subir no alto do pódio, fato que não acontecia desde 2005. Neste ano, ele ficou com a prata também nos 50m borboleta, 50m livre e revezamento 4x100m livre. Venceu no revezamento 4x50m livre e no 4x100m medley.

Ao consolidar os tempos do Torneio Open, realizado em dezembro do ano passado, com o Maria Lenk, a equipe brasileira dos 4x100m livre para as duas competições internacionais será formada por Bruno Fratus (48s57), Cesar Cielo (48s58), Matheus Santana (48s78) e Marcelo Chierighini (49s06). O quinto na lista dos 100m livre é João de Lucca, com 49s15.

As finais do último dia também promoveram mudanças no revezamento 4x100m livre feminino. Daynara de Paula, com a prata nos 100m livre do último dia do Troféu Maria Lenk, conseguiu a última vaga. Ao fazer 55s34, ela ficou um centésimo mais baixo que o temo de Daiane Becker no Open 2014. Os três melhores tempos são de Larissa Oliveira (54s61), Graciele Herrmann (54s76) e Etiene Medeiros (54s99).

O Pinheiros sagrou-se campeão do 55º Campeonato Brasileiro Absoluto de Natação com 2138,50 pontos. Apenas 5,50 pontos de diferença para o Minas Tênis Clube, que finalizou com 2133,00. O terceiro lugar ficou com o Corinthians (1732) seguindo por Unisanta (1215) e Sesi/SP (954,50).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.