Maurren e Keila fazem dobradinha no GP de Belém

As brasileiras Maurren Maggi e Keila Costa fizeram uma dobradinha brasileira no pódio do salto em distância no GP de Belém, neste domingo. Keila saltou 6,62 metros e faturou a prata, enquanto a campeã olímpica marcou 6,61 metros e ficou com o bronze. A americana Brianna Glenn conquistou o ouro, com 6,74 metros.

AE, Agência Estado

15 de maio de 2011 | 14h52

Depois da disputa, Maurren lamentou a diferença de apenas um centímetro para a compatriota. "Um centímetro faz muito diferença, separa uma medalha importante de outra. Estamos tentando saltar longe e é isso que importa. "Estou me sentindo muito forte, muito bem, podendo acertar um grande salto a qualquer momento. Esperava muito aqui, mas infelizmente não deu", afirmou, em entrevista à TV Globo.

Com o resultado, Maurren não conseguiu repetir o bom desempenho da etapa de Doha da Diamond League, na semana passada. Na ocasião, ela faturou a medalha de prata, com 6,87 metros. "Queria vencer para retribuir o apoio do público paraense, mas estou feliz com minha atuação, pois mantive minha regularidade", avaliou.

Outro destaque do dia foi o britânico Dwain Chambers, que venceu os 100 metros rasos pela segunda vez consecutiva em Belém. Ele registrou o tempo de 10s16 e faturou o ouro, à frente de Marc Burns, de Trinidad e Tobago, com 10s38, e Adams Harris, da Guiana, com 10s51. "A prova foi ótima, gostei do clima, até porque foi encontrar situação semelhante em outros eventos da temporada, como o Mundial da Coreia do Sul", comentou o estrangeiro.

O Brasil subiu ao lugar mais alto do pódio com Fernanda Borges, no lançamento de disco. Ela conquistou o ouro ao obter a marcar de 58,38 metros. Ela deixou para trás a russa Olesya Korotkova (57,76 metros) e a lituana Zinaida Sendriuti (57,45 metros).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.