Maurren e Murer vencem no GP Brasil de atletismo

Como era aguardado pelo público, apesar de pequeno, presente ao Engenhão, no Rio de Janeiro, nesta quinta-feira, as brasileiras Maurren Higa Maggi e Fabiana Murer venceram suas provas - salto em distância e salto com vara, respectivamente - no GP Brasil de atletismo, o quarto e último evento da modalidade no país nas duas últimas semanas - as outras foram em Belém (PA), Uberlândia (MG) e São Paulo.

BRUNO LOUSADA, Agência Estado

26 de maio de 2011 | 21h38

Com facilidade, Maurren Maggi venceu o salto em distância com a marca de 6,80m. A atual campeã olímpica teve larga vantagem para a segunda colocada, a também brasileira Keila Costa, que fez seu melhor salto em 6,50m. A terceira colocação ficou com a norte-americana Janay De Loach, com 6,48m.

"Foi maravilhoso. Queria chegar nesse patamar de 6,80m e consegui atingir meu objetivo", disse Maurren, logo após conquistar a medalha de ouro. "Mas agora é treinar um pouco mais. Tem o Sul-Americano na semana que vem e espero trazer mais uma medalha para o Brasil. Estou feliz e olha que o ano está só começando", completou a brasileira, já vislumbrando o Mundial de Daegu, na Coreia do Sul, de 27 de agosto a 4 de setembro.

A mesma facilidade de Maurren foi encontrada por Fabiana Murer no salto com vara. Com o objetivo de chegar à marca de 5 metros na carreira, a brasileira ficou longe disso nesta quinta, mas venceu a prova no Engenhão com 4,65m, que é sua melhor marca neste ano. A cubana Yarisley Silva ficou com a medalha de prata (4,60m) e a norte-americana Kylie Hutson conquistou o bronze (4,40m).

"Foi atingido o objetivo que era vencer e bater a melhor marca do ano. Mas faltou mais perna para mim. Cansei no final, já que venho de treinamento muito forte. Mas foi ótimo", disse Fabiana.

Quem decepcionou foi Jadel Gregório no salto triplo. Com 16,49m, acabou na quinta colocação da prova, bem atrás do cubano Osniel Tosca - vencedor com 16,95m. A medalha de prata foi do também cubano Yoandris Betanzos com 16,93m. O bronze foi conquistado pelo haitiano Samyr Laine (16,92m).

OUTROS RESULTADOS - Ouro para o Brasil também nos 200 metros rasos masculino. Aliás, a prova teve pódio completamente brasileiro. A medalha dourada ficou com Nilson de Oliveira André, que encerrou a prova em 20s74. A prata foi de Sandro Viana, com o tempo de 20s78. Ailson da Silva Feitosa faturou o bronze com 20s84.

No feminino, a brasileira Ana Claudia Lemos da Silva se recuperou rapidamente da prova dos 100 metros, realizada poucos minutos antes e venceu os 200 metros rasos com o tempo de 23s09. Terminou empatada com a norte-americana Porscha Lucas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.