Max é chamado às pressas para reforçar o ataque do Palmeiras

Enquanto aguarda a definição de reforços para o ataque, o Palmeiras resolveu chamar Max para integrar o elenco que faz a pré-temporada em Atibaia. O atacante estava convocado para ir ao interior paulista na semana passada, mas ficou em São Paulo. "Estava com as malas prontas e fui cortado aos 48 do segundo tempo", brincou. Max chegou em Atibaia ontem, junto com outros jogadores que aproveitaram as poucas horas de folga entre domingo e segunda-feira dadas pelo técnico Vanderlei Luxemburgo. No ano passado, Max teve poucas chances no time e foi emprestado ao América-RN. Marcou 10 gols na Série B do Brasileiro, mas não aprovou sua passagem pelo clube potiguar. "Fiquei alguns jogos sem atuar, lá a diretoria pensa diferente." Max acredita que possa se firmar no Palmeiras em 2009, principalmente pela falta de atacantes. "Já é um passo grande fazer a pré-temporada." O jogador foi contratado pelo clube paulista em 2007, quando Caio Júnior era o técnico.O clube ainda espera que Kléber continue no Palestra Itália. O empresário do jogador, Giuseppe Dioguardi, está na Ucrânia e aguarda a confirmação de que o Dínamo recebeu os US$ 8 milhões que empresários italianos dizem ter depositado. Já a situação de Brandão teve uma reviravolta e o atacante do Shakhtar Donetsk afirmou que a prioridade agora é ir para o Olympique de Marselha. O volante Edinho é quem está mais perto do Palmeiras - o lateral-direito Wendel, que no ano passado foi emprestado para o Santos, seria envolvido na negociação com o Internacional. O também volante Maldonado, do Fenerbahce, teve seu nome citado, mas Toninho Cecílio, gerente de futebol, disse que o clube tem outras prioridades e que é difícil tirar o jogador da Turquia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.