ANDREJ ISAKOVIC /AFP
ANDREJ ISAKOVIC /AFP

Max Verstappen, da F-1, e velocista Elaine Thompson-Herah recebem Prêmio Laureus 2022

Tom Brady, Valentino Rossi, seleção italiana de futebol e Robert Lewandowski também são homenageados na premiação

Redação, O Estado de S.Paulo

24 de abril de 2022 | 17h50

Os vencedores do Prêmio Laureus 2022 foram anunciados em uma cerimônia virtual realizada em Sevilha, neste domingo. Na categoria masculina, o atual campeão da Fórmula 1, Max Verstappen, foi agraciado com a premiação. Na categoria feminina, o prêmio foi dado para  a velocista jamaicana Elaine Thompson-Herah, dona de três medalhas de ouro (100m, 200m e 4x100m rasos) na Olimpíada de Tóquio.

A premiação, popularmente conhecida como ‘Oscar do esporte’, reconheceu as maiores conquistas esportivas do último ano. A seleção italiana de futebol, vencedora da última Eurocopa, ganhou o prêmio de equipe do ano. Outras personalidades influentes do esporte também foram homenageadas na cerimônia.

Em declaração posterior ao prêmio, Max Verstappen, que neste domingo ainda venceu o GP da Emília-Romagna de Fórmula 1, se mostrou honrado com a escolha e recordou a temporada de 2021 da categoria, que foi encerrada com seu primeiro título mundial.

“Fiquei muito feliz, é claro, mas foi muito trabalho duro, além de anos de preparação. Estou extremamente orgulhoso. Desde criança, eu sonhava em estar no degrau mais alto e ganhar o campeonato. E disse ao meu pai [o ex-piloto de F-1, Jos Verstappen]: ‘Conseguimos! Foi para isso que trabalhamos todos esses anos, e agora estamos aqui, nós dois, com todas as memórias, todos os anos viajando por toda a Europa, buscando nosso objetivo, que foi alcançado. Sou o primeiro piloto holandês a vencer o Campeonato Mundial, e a reação na Holanda foi incrível, de todos os jornais e fãs. É uma coisa que jamais esqueceremos. Significa muito receber este prêmio, um dos mais conceituados do mundo, e estou extremamente feliz.”, afirmou o piloto da Red Bull.

Elaine Thompson-Herah, por sua vez, citou seu compatriota e ex-velocista, Usain Bolt, em sua fala e reiterou que busca se imortalizar como a maior velocista feminina da história do esporte.

“Sei que Usain já ganhou o Laureus Awards anteriormente, mas trazer esse troféu de volta para o Caribe, novamente na Jamaica, é muito especial. Já assisti àquela corrida [de 100 metros] cerca de mil vezes. Diria que estou muito, muito orgulhosa, mas não posso viver no passado. Mesmo sendo muito especial, são lembranças. Não posso simplesmente ficar sentada e dizer ‘OK, sou bicampeã olímpica, sou cinco vezes medalhista de ouro olímpica’. Tenho que continuar trabalhando, porque minha motivação é ser ainda melhor. Eu disse a mim mesma que quero ser a maior velocista feminina, portanto, vou focar no que o futuro reserva para mim.”, disse.

Além de Verstappen e Thompson-Herah, outros grandes esportistas foram homenageados por suas façanhas na cerimônia. Tom Brady, quarterback do Tampa Bay Buccaneers, foi homenageado com o Laureus Lifetime Achievement Award, em reconhecimento pela brilhante carreira na NFL, onde venceu por sete vezes o Super Bowl.

Robert Lewandowski, atacante da seleção polonesa e do Bayern de Munique, recebeu o Laureus Academy Exceptional Achievement Award, conhecido em reconhecimento de feitos extraordinários do esporte. Na campanha do décimo título seguido do Campeonato Alemão da equipe bávara, o polonês ultrapassou a marca histórica de 40 gols de Gerd Muller em uma edição do campeonato. A honraria dada ao atleta foi concedida anteriormente apenas cinco vezes.

Outro grande ícone do esporte homenageado foi Valentino Rossi, que no último ano anunciou sua aposentadoria da MotoGP. Dono de sete títulos da categoria, o italiano foi agraciado com o Laureus Sporting Icon Award,  em homenagem à carreira vitoriosa que teve. Na categoria de benfeitorias à sociedade, a Fundação Real Madrid foi agraciada com a Laureus Sport for Good Society Award deesta edição

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.