Max Wilson conquista a taça em corrida emocionante

Em prova marcada por chuva e acidentes, Wilson chega em 8º e termina um ponto à frente de Cacá Bueno

, O Estado de S.Paulo

06 de dezembro de 2010 | 00h00

CURITIBA

Em uma prova com muita chuva, acidentes, erros e reviravoltas, Max Wilson, da equipe Eurofarma RC, sagrou-se campeão da temporada 2010 da Stock Car. Na última - e decisiva - etapa, disputada ontem, em Curitiba, Wilson chegou em 8.º lugar, conquistando o título com 265 pontos, apenas um a mais que o vice-campeão Cacá Bueno (264). O vencedor da prova foi Diego Nunes, que pela primeira vez subiu ao lugar mais alto do pódio, seguido de Xandinho Negrão e Júlio Campos.

Embora só tenha chegado na oitava colocação, Wilson foi beneficiado pelos maus resultados dos outros três pilotos que também tinham chance de título. Ricardo Maurício, seu companheiro de equipe, e Allam Khodair bateram e abandonaram a prova. E Cacá Bueno, da equipe Red Bull, cruzou a linha de chegada em sétimo lugar, a apenas uma posição de somar os pontos de que precisava para conquistar o campeonato.

A corrida começou tumultuada, com uma batida de Tiago Camilo na traseira de Allam Khodair, que liderava. O choque tirou o piloto da pista e também da disputa pelo título. Camilo, que largou na pole position, mas foi superado nos primeiros metros, acabou sendo desclassificado por atitude antidesportiva.

Ricardo Maurício também abandonou a etapa final depois da segunda série de paradas no boxe. Após bater com David Muffato, seu carro teve problemas na suspensão.

Com Khodair e Maurício fora da pista, todas as atenções foram voltadas para a briga entre Max Wilson e Cacá Bueno.

Wilson não teve muito trabalho para administrar bem a prova. Durante toda a temporada, ele havia somado mais pontos e, por isso, levava vantagem. Enquanto Cacá Bueno tentava a todo custo chegar entre os cinco primeiros colocados para conseguir somar os pontos que lhe daria o título.

Cacá ainda segurou a quinta colocação até a metade da prova, com uma mão no troféu, mas acabou deixando a chance escapar. Ele cruzou a linha de chegada apenas em sétimo lugar, a uma posição de conquistar o campeonato. E viu Wilson levantar o troféu de campeão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.