Lori Shepler/Reuters - 4/3/2010
Lori Shepler/Reuters - 4/3/2010

Mayweather e Pacquiao ficam frente a frente em Los Angeles

Luta de 2 de maio será apresentada no Nokia Theatre

Wilson Baldini Jr., O Estado de S. Paulo

11 Março 2015 | 07h00

Holofotes, tapete vermelho, flashes, passarelas. A luta entre Floyd Mayweather e Manny Pacquiao, marcada para 2 de maio, no Hotel MGM Hotel, em Las Vegas, vai ter uma apresentação digna do Oscar, nesta quarta, às 20h30, no Nokia Theatre, em Los Angeles.

Os pugilistas, que serão os protagonistas da luta mais aguardada do século, terão tratamento de astros de Hollywood. São esperados cinco mil jornalistas e personalidades, que terão duas horas de entrevistas no carpete vermelho, além de mais noventa minutos de entrevista coletiva.

Além de Mayweather e Pacquiao estarão presentes Bob Arum, presidente da empresa Top Rank, Leonard Ellerbe, CEO da Mayweather Promotions, Stephen Espinoza, Vice-Presidente Executivo do canal Showtime Sports, Ken Hershaman, Presidente do canal HBO Sports e Richard Sturm, President do Hotel MGM.

Será apresentado oficialmente o pôster de promoção da luta, que terá como nome "Luta pela Eternidade", as bolsas (US$ 180 milhões para Mayweather e US$ 120 milhões para Pacquiao) e o custo da assinatura pay-per-view para os Estados Unidos (US$ 100,00).

O preço dos ingressos no Hotel MGM também serão divulgados. Rumores apontam que o bilhete mais caro deva custar US$ 5 mil, proporcionando uma bilheteria de US$ 40 milhões.

É esperado também que seja anunciada a venda da luta para a China, onde se calcula que milhões de assinaturas sejam vendidas a US$ 5,00.

Devido ao acordo ter sido fechado apenas no último dia 20, Mayweather e Pacquiao não farão turnês pelos Estados Unidos, México e Filipinas como se chegou a cogitar. O grande interesse do público também fez os empresários descartarem esta possibilidade.

Depois de hoje, Mayweather e Pacquiao só vão se encontrar de novo no dia 26 de abril, no hall principal do MGM Hotel, menos de uma semana para a luta. O duelo será pela categoria dos meio-médios (66,678 quilos).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.