Mayweather faz sucesso no boxe com perfeccionismo

Floyd Mayweather tem uma receita para o sucesso: ordem. Segundo o dono de oito títulos mundiais em cinco categorias do boxe, "é preciso planejar tudo para saber quais atitudes tomar dentro e fora do ringue". E, para não ser surpreendido, o pugilista norte-americano de 36 anos se considera um perfeccionista. "É preciso se cercar de pessoas certas, nos locais certos e nas horas certas", explicou "Money" (dinheiro), como ele é conhecido.

WILSON BALDINI JR., Agência Estado

13 de setembro de 2013 | 17h05

Nate Jones, um dos assistentes técnicos de Mayweather, revelou qual o grau de obsessão do "chefe" pela organização. "Outro dia ficamos 30 minutos buscando um melhor local para colocar uma nova estátua", contou.

Leonard Ellerbe, principal executivo da Mayweather Promotions, festeja a responsabilidade profissional do amigo de longa data. "É por isso que talvez ele seja o único atleta a ir para a aposentadoria com um bilhão de dólares no banco", afirmou.

Antes de sair para os treinos diários, Mayweather separa pessoalmente seis pares de meia, cinco camisetas, três shorts e oito pares de sapatilhas. "Ele precisa se sentir confortável para seu trabalho. Além disso, o material precisa estar sempre impecavelmente limpo", disse Rafael Garcia, de 84 anos, que estará presente em seu córner na luta deste sábado, contra o mexicano Saul Canelo Alvarez, em Las Vegas (EUA).

"Ele chega a tomar banho quatro vezes por dia e lava as mãos sempre depois de qualquer trabalho", revelou Nate Jones, ex-peso pesado da equipe olímpica dos Estados Unidos, que hoje trabalha para Mayweather.

Os sete carros de luxo de Mayweather - Rolls-Royce, Ferrari (duas), Mercedes, Lamborghini, Bentley e Bugatti, todos brancos -, são limpos diariamente. "Muito se fala de mim. Mas este é meu modo. Se você não se esforçar e brigar pelo que quer, não terá sucesso", justificou o maior pugilista do mundo na atualidade.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.