Floyd Mayweather tem um time de peso na segurança pessoal

Com os pesos somados, equipe de boxeador tem mais de 660 quilos

WILSON BALDINI JR., Agência Estado

14 de setembro de 2013 | 16h09

LAS VEGAS - Floyd Mayweather é o melhor pugilista do mundo na atualidade, invicto há 17 anos e com uma fortuna de US$ 500 milhões. Para evitar o grande assédio, o norte-americano de 1,73 metro e 66 quilos possui uma "parede" de seguranças. Eles formam um grupo de quatro grandalhões, com mais de 660 quilos de peso e oito metros de altura. "Mas precisam ser simpáticos", disse o astro do boxe, que calcula ter gasto US$ 1 milhão com processos e advogados por agressão a fãs no início de carreira.

O "time" de seguranças de Mayweather é formado por Pat Walsh (Big Pat), com 1,96 metro e 181 quilos, Donald Manks (Jethro), com 1,90 metro e 117 quilos, Adam Plant (Big A), com 172,3 quilos e 2 metros, e Alfonso Redic (Big Church), com 195 quilos e 2,16 metros. Apesar de ser o maior, Big Church é o mais calmo e simpático dos quatro grandalhões que protegem os passos do campeão.

Os quatro, que não tiveram sucesso em esportes como basquete, futebol americano e boxe, trabalham 24-7-365. Ou seja: 24 horas por dia, sete dias na semana e 365 dias no ano. O primeiro regulamento imposto por Mayweather é: trabalho em primeiro lugar. Para tanta dedicação, o grupo recebe um "ótimo salário" (não divulgado), com direito a viagens de avião na primeira classe, relógios de diamantes e robustas gorjetas.

Às vezes, os quatro se revezam no trabalho de segurança do rapper Snoop Dogg, mas não escondem sua preferência. "Floyd é o melhor chefe que existe", diz o enorme Big Church, sempre sorridente, antes do patrão encarar a luta contra o mexicano Saul Canelo Alvarez, na noite deste sábado, em Las Vegas (EUA). Sua camiseta com a marca TMT (The Money Team, referência ao apelido de Mayweather, Money, que significa dinheiro) é tamanho 7XL.

Tudo o que sabemos sobre:
boxeFloyd Mayweather

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.