Medalhista de prata no Mundial de Pentatlo, russo morre aos 22 anos

Uma tragédia assolou o esporte russo nos últimos dias. Medalha de prata no último Mundial de Pentatlo Moderno, Alexander Kukarin morreu na última sexta-feira, com apenas 22 anos. A informação foi anunciada nesta segunda-feira, pela federação do esporte no país.

Estadão Conteúdo

30 de novembro de 2015 | 13h25

De acordo com a entidade, Kukarin foi encontrado morto em um hotel na cidade de Moscou na última sexta. A principal suspeita é de que ele tenha sofrido um ataque cardíaco, até porque não houve qualquer evidência que indicasse um crime. Foi o que confirmou o porta-voz da federação russa, Alexei Popov, em entrevista à agência The Associated Press.

Kukarin era considerado uma promessa do pentatlo moderno russo e passou a integrar a equipe do país neste ano, já visando os Jogos Olímpicos do Rio, em 2016. Em junho, ele faturou a medalha de prata no Mundial de Berlim, ao lado de Kirill Belyakov.

Tudo o que sabemos sobre:
pentatlo modernoAlexander Kukarin

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.