Medalhistas olímpicos 'reforçam' seleções de atletismo

André Domingos, Claudinei Quirino e Vanderlei Cordeiro vão levar sua experiências às equipes nacionais

AE, Agência Estado

26 de junho de 2013 | 16h10

SÃO PAULO - A Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) divulgou nesta quarta-feira o projeto de levar medalhistas olímpicos para ajudar os atletas da seleção na disputa das competições internacionais. A ideia é aproveitar a experiência de grandes nomes do passado para levar o Brasil a novos pódios.

O projeto começa já no Campeonato Sul-Americano de Atletismo, de 5 a 7 de julho, em Cartagena, na Colômbia, quando o ex-velocista André Domingos da Silva, que ganhou medalha de prata em Sydney/2000 e de bronze em Atlanta/1996 (ambas no 4x100 metros), irá acompanhar a delegação brasileira.

"Os medalhistas olímpicos têm uma grande contribuição a dar aos nossos atletas atuais, podem passar sua experiência e certamente serão uma inspiração para os mais novos", disse o presidente da CBAt, José Antonio Martins Fernandes. "Estou empolgado, acho que será muito legal", afirmou André.

Para o Mundial de Atletismo, de 10 a 18 de agosto, em Moscou, na Rússia, o escolhido foi o ex-velocista Claudinei Quirino da Silva, medalhista de prata no 4x100 metros em Sydney/2000. E a iniciativa valerá também para o Mundial de Menores (para atletas com até 17 anos), que será de 10 a 14 de julho, em Donetsk, na Ucrânia, quando o ex-maratonista Vanderlei Cordeiro de Lima, dono do bronze nos Jogos de Atenas/2004, irá acompanhar a delegação brasileira.

Tudo o que sabemos sobre:
atletismoCBAt

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.