Rena Laverty / EFE
Rena Laverty / EFE

AO VIVO

Confira tudo sobre a Copa do Mundo da Rússia 24 horas por dia

Médico condenado por abuso na ginástica sofre 1ª denúncia de um homem

Jacob Moore, de 18 anos, da Universidade de Michigan, prestou queixa contra Larry Nassar

Estadão Conteúdo

02 Março 2018 | 18h30

Condenado a prisão perpétua por abusar de mais de uma centena de atletas mulheres, o médico Larry Nassar recebeu a primeira denúncia de um homem. Jacob Moore, de 18 anos, da Universidade de Michigan, prestou queixa contra Nassar na última quarta-feira por ter sido abusado sexualmente quando tinha 16 anos.

+ Ouro no Rio, ginasta dos EUA processa comitê e federação por médico abusador

Na acusação, o atleta informou que foi à casa de Nassar para realizar tratamento para dores no ombro em 2016. Segundo a queixa, o médico levou Moore ao porão, tirou suas calças e mostrou sua genital para outra ginasta que estava no local. Nassar justificou que faria tratamento com acupuntura em sua genital.

O advogado de Moore, Tom Waun, acredita que o jovem é o primeiro homem que foi assediado por Nassar. A irmã de Moore, Kamerin, fez parte da delegação dos Estados Unidos de ginástica e também o acusou de abuso, em janeiro.

Também nesta sexta-feira veio à tona outro capítulo sobre o caso Nassar. Um dos grandes nomes da ginástica na atualidade, a norte-americana Aly Raisman, entrou com ação na Justiça contra o Comitê Olímpico dos Estados Unidos e a Federação de Ginástica do país. Medalhista de ouro no Jogos do Rio, em 2016, ela acusa as entidades de negligência no caso do médico Larry Nassar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.