Médico pede para Guga adiar volta aos torneios

Por mais uma vez, no que já está quase se transformando em rotina, Gustavo Kuerten anunciou a desistência de outro torneio, o Masters Series de Miami, que começa no dia 22 de março. Ele também não irá representar o Brasil no confronto da Copa Davis, diante do Equador, de 7 a 9 de abril, na cidade de Cuenca. Dessa vez, no entanto, Guga não alegou nenhuma lesão ou mesmo o fato de não se sentir em condições competitivas. Está apenas atendendo as recomendações médicas de Marc Philipon, o cirurgião responsável pela sua segunda cirurgia no quadril, realizada em setembro de 2004, em Pittsburgh, nos Estados Unidos. Não há ainda previsão de volta, nem mesmo para a tão especulada aposentadoria. Não é segredo, porém, que Guga sonha em jogar por mais uma vez que seja em Roland Garros. Para isso, vai precisar de um wild card (convite) da Federação Francesa de Tênis, que tem como hábito convidar apenas tenistas em atividade. Com isso, o brasileiro teria de estar jogando em maio, nos torneios da temporada européia de saibro. Guga viajou de surpresa para os Estados Unidos, onde realizou exames com Mark Philipon. Ficou constatada uma instabilidade em seu quadril, o que o impede de jogar e vai exigir um tratamento, por um período ainda indeterminado."Vou ficar o tempo que precisar nos Estados Unidos", disse Guga, revelando estar disposto a qualquer sacrifício para ainda ter uma chance de voltar ao tênis. "O médico deu esperanças de recuperação."O anúncio da desistência de Guga surgiu em função de um comunicado da organização do Masters Series de Miami, onde o brasileiro recebeu wild card e estava sendo esperado como uma das grandes estrelas do torneio, por seu carisma e grande torcida na Flórida. Com duas cirurgias no quadril, a primeira em fevereiro de 2002, com o médico Tomas Byrd, e a segunda em setembro de 2004, com Philipon, Guga já está praticamente sem jogar há cinco anos. No intervalo das duas operações ainda chegou a fazer boas apresentações como as quartas-de-final de Roland Garros e os títulos de Auckland, São Petersburgo e Brasil Open. Desde a data da última cirurgia, no entanto, ele pouco jogou. Recentemente, Guga participou das duplas na Copa Davis, diante do Peru, e perdeu na estréia do Brasil Open, na Costa do Sauípe.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.