WSL
WSL

Medina dá show e Mineirinho também avança na África do Sul

Em confronto de brasileiros, Alejo Muniz elimina Filipe Toledo

Estadão Conteúdo

14 de julho de 2015 | 10h29

Atual campeão mundial, Gabriel Medina brilhou, nesta terça-feira, para avançar à quarta fase da etapa de Jeffreys Bay, na África do Sul, do Circuito Mundial de Surfe. O brasileiro teve a melhor combinação de manobras do dia e foi o dono da maior pontuação, alcançando três notas acima de nove, contabilizando 19,07 pontos.

Com sua ótima performance, Medina se credenciou para travar no próximo estágio da competição um esperado confronto com o norte-americano Kelly Slater e o australiano Mick Fanning, multicampeões mundiais. Ao todo, os três surfistas contabilizam 15 títulos (um do brasileiro, 11 da lenda dos Estados Unidos e três do astro da Austrália, este o atual campeão da etapa sul-africana).

Para se garantir nesta disputa, Medina eliminou nesta terça o australiano Matt Wilkinson, na quarta bateria do dia, na qual seu rival somou 16,07 pontos, ficando assim três pontos atrás do brasileiro. Os 19,07 atingidos pelo atual campeão mundial representou o melhor desempenho atingido por um surfista até aqui em um dia de disputas em Jeffreys Bay.

Além de Medina, outros três brasileiros avançaram à quarta fase na África do Sul nesta terça-feira. Um deles foi Adriano de Souza, o Mineirinho, atual líder do ranking mundial. Ele superou o norte-americano Dane Reynolds na segunda bateria do dia. Com um desempenho bem mais discreto do que o de Medina, Mineirinho somou 13,17 pontos, contra 11,90 do seu adversário.

O brasileiro Wiggolly Dantas, por sua vez, também fez bonito ao eliminar o australiano Joel Parkinson, campeão mundial em 2012. Com 15,30 pontos, ele superou com sobras o rival, que contabilizou 12,40. Wiggolly, por sinal, será ao lado do norte-americano Nat Young adversário de Mineirinho na quarta fase da competição.

O outro surfista do Brasil no próximo estágio da etapa de Jeffreys Bay será Alejo Muniz, que surpreendeu o seu compatriota e atual segundo colocado do ranking mundial, Filipe Toledo. Para isso, ele brilhou na terceira bateria do dia com uma nota 9,80 e ainda conseguiu um 8,33. Ao todo, somou 17,83, contra 17,23 de Filipinho, que combinou para 8,90 e 8,33 e assim foi batido por pequena diferença.

Na próxima fase, Alejo terá como adversários o havaiano Keanu Asing e o taiwanês Michel Bourez. Vale lembrar que a quarta fase da etapa de Jeffreys Bay não é eliminatória. Quem perder as disputas terá chance de se recuperar na repescagem, enquanto quem vencer irá direto para as quartas de final.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.