Damien Poullenot / WSL
Damien Poullenot / WSL

Medina, Filipinho, Ítalo e mais quatro brasileiros avançam às oitavas em Peniche

Atual campeão, Medina pode comemorar título mundial ainda nesta etapa, caso chegue à final

Redação, Estadão Conteúdo

18 de outubro de 2019 | 16h07

Sete brasileiros garantiram vaga nas oitavas de final da etapa de Peniche do Circuito Mundial de Surfe, em Portugal, nesta sexta-feira. Destaque para Gabriel Medina e Filipe Toledo, líderes do ranking mundial, que derrotaram, respectivamente, os portugueses Miguel Blanco e Vasco Ribeiro, e continuam na briga pelo título.

Com menos chances, Ítalo Ferreira também eliminou um atleta local, Frederico Morais. Michael Rodrigues, Caio Ibelli, Peterson Crisanto e Jessé Mendes foram os outros brasileiros classificados para a etapa seguinte do calendário da elite do surfe.

Atrás do terceiro título mundial e único com chance de festejar na etapa portuguesa - precisa chegar na final -, Medina não teve dificuldades diante de Miguel Blanco. Atual líder do ranking mundial, o brasileiro conseguiu um belo aéreo (nota 7,00), que o colocou em vantagem até o final: 13,67 contra 8,33.

Filipinho, atual segundo colocado do ranking mundial e que sonha com a primeira conquista de campeão de uma temporada, também exibiu superioridade para ficar com uma vaga na próxima rodada, ao marcar 14,60 contra 10,10 de Vasco Ribeiro.

Ítalo Ferreira, campeão da etapa portuguesa no ano passado, mostrou que ainda tem condições de obter o bicampeonato em Peniche e lutar por uma vaga brasileira na Olimpíada de Tóquio-2020. O quarto colocado no ranking derrotou Frederico Morais, principal surfista local, ao anotar 16,20 a 10,33.

Em outras baterias do dia nas quais os brasileiros avançaram às oitavas de final nesta sexta-feira, Michael Rodrigues levou a melhor sobre o compatriota Deivid Silva (9,27 a 7,27), Caio Ibelli passou pelo francês Michel Bourez (12,97 a 11,57), Peterson Crisanto derrotou outro rival da França, Jeremy Flores (16,54 a 15,00), e Jessé Mendes eliminou o australiano Owen Wright (11,20 a 10,93).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.