Medina, Italo e Filipinho avançam às quartas em Bells Beach

Medina, Italo e Filipinho avançam às quartas em Bells Beach

Outros cinco representantes do País ficaram pelo caminho

Redação, Estadão Conteúdo

26 de abril de 2019 | 10h42

Os três melhores surfistas do Brasil na atualidade seguem vivos na etapa de Bells Beach, na Austrália, a segunda da temporada de 2019 do Circuito Mundial. Gabriel Medina, Filipe Toledo e Ítalo Ferreira venceram duas baterias casa, pela terceira fase e pelas oitavas de final, e avançaram às quartas de final. Outros cinco representantes do País ficaram pelo caminho.

Vencedor da primeira etapa do ano, em Gold Coast, também na Austrália, Italo Ferreira levou um susto enorme nas oitavas de final contra o francês Jeremy Flores, na qual venceu por 12,20 a 6,03. O potiguar passou um sufoco quase no final da bateria, quando foi engolido pela força de uma das ondas e precisou ser resgatado pelo jet ski. "Este foi o momento mais louco que eu já tive", disse em um post em seu Twitter, após se recuperar do ocorrido.

Na terceira rodada, Italo Ferreira havia derrotado o australiano Jack Freestone por 13,76 a 9,10. Na mesma fase, Gabriel Medina venceu o também local Reef Heazlewood (16,03 a 7,80) e Filipe Toledo passou pelo compatriota Caio Ibelli (14,50 a 13,07). Pelas oitavas de final, o atual campeão mundial fez 17,27 a 7,76 sobre Willian Cardoso em outro duelo nacional. Filipinho também teve tranquilidade para derrotar o havaiano Seth Moniz por 14,10 a 7,13.

Outros dois surfista brasileiros participaram das oitavas de final, mas acabaram eliminados. Deivid Silva foi derrotado quase no final de sua bateria pelo australiano Jacob Willcox (11,80 a 10,04) e Peterson Crisanto caiu para o multicampeão havaiano Kelly Slater (10,80 a 6,87).

Nas quartas de final, os brasileiros estão em baterias diferentes. O primeiro a entrar na água será Filipe Toledo contra Jacob Willcox. Na sequência será a vez de Gabriel Medina contra o havaiano John John Florence. Por fim, Italo Ferreira lutará por uma vaga nas semifinais contra o sul-africano Jordy Smith.

Notícias relacionadas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.