LISI NIESNER/REUTERS
LISI NIESNER/REUTERS

Medina, Italo e mais 4 brasileiros vão às oitavas da etapa do México; Filipinho é superado

Yago Dora, Deivid Silva, Jadson André e Mateus Herdy também garantiram vaga na próxima fase

Redação, Estadão Conteúdo

11 de agosto de 2021 | 21h14

O Brasil terá seis representante nas oitavas de final da etapa do México do Circuito Mundial de Surfe. Nesta quarta-feira, Gabriel Medina, Italo Ferreira, Yago Dora, Deivid Silva, Jadson André e Mateus Herdy tiveram um bom desempenho nas ondas de Barra de la Cruz, na região de Oaxaca, e garantiram vaga na próxima fase da competição.

Por outro lado, o número 3 do ranking mundial, Filipe Toledo, foi eliminado após errar a estratégia na bateria contra o indiano Rio Waida. Além de Filipinho, Adriano de Souza, Caio Ibelli, Peterson Crisanto e Miguel Pupo também ficaram pelo caminho.

Medina acertou uma manobra especial na última onda para virar a bateria contra o taitiano Michel Bourez, que liderava até os últimos segundos, e se garantir nas oitavas. O brasileiro fez um rodeo flip, aéreo em que o surfista segura a prancha e vira quase de cabeça para baixo, para receber a nota 7,50, ficar com 14,50 no somatório e derrotar o rival, que terminou com 13,70. O desafio seguinte é contra o australiano Ethan Ewing.

"Só estava tentando acreditar até o fim. Sabia que as ondas estavam ali, só queria mais uma chance. O Michel estava forte. Nem lembro como foi (a manobra). Sei que foi grande. Não é uma manobra que vinha treinando. Já fiz, mas não é algo que treino. Mas é isso", disse o número 1 do mundo e quarto colocado na Olimpíada de Tóquio.

Italo Ferreira, atual campeão mundial e olímpico, conseguiu uma virada na reta final com uma onda excepcional para vencer o australiano Wade Carmichael por 14,00 a 13,30. Ele enfrentará na próxima fase o veterano Kelly Slater, que passou por Miguel Pupo

Na semana passada, Medina anunciou que não irá a próxima etapa do Circuito Mundial, no Taiti, porque ainda não se vacinou contra a covid-19. Mesmo com a ausência, o bicampeão mundial já está garantido na etapa final da temporada, na Califórnia, que reunirá apenas os cinco primeiros colocados do ranking. Medina é o líder até aqui, com 46.720 pontos. Italo ocupa a segunda colocação, com 33.555. Vice-líder do ranking mundial, o potiguar está muito perto de garantir vaga na etapa final de 2021.

Num duelo de brasileiros na quarta bateria, Deivid Silva superou Adriano de Souza, o Mineirinho, na última onda. O surfista do Guarujá alcançou um somatório de 13,73 (7,33 + 6,40), enquanto que o Mineirinho obteve 12,63 (6,50 + 6,13). Campeão mundial em 2015, ele vai se aposentar após a etapa de Teahupoo. Deivid enfrenta na sequência da competição o americano Kolohe Andino, que venceu o japonês Kanoa Igarashi, algoz de Medina nas semifinais dos Jogos Olímpicos.

Outro brasileiro nas oitavas é Yago Dora. O paranaense derrotou o australiano Mikey Wright em uma bateria muito disputada. Ele tirou vantagem de boas escolhas da onda para vencer por 12,80 a 12,10.

Jadson André e Mateus Herdy, este que é convidado da etapa mexicana, avançaram nas últimas duas baterias do dia. O primeiro deixou pelo caminho o havaiano Seth Moniz ao vencer por 13,33 a 11,17 e o segundo levou a melhor sobre o americano Griffin Colapinto, triunfando por 14,30 a 13,80. Jadson e Mateus se enfrentam na próxima fase.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.