Medina parabeniza feito de Nasr nas redes: 'Mais um talento'

'Pioneiros', atletas não tiveram a mesma sorte na Austrália

O Estado de S. Paulo

16 Março 2015 | 11h58

Eliminado precocemente da primeira etapa do Circuito Mundial de Surfe, o brasileiro e atual campeão Gabriel Medina, por meio das redes sociais, resolveu parabenizar o compatriota Felipe Nasr após sua grande estreia na Fórmula 1. O surfista, punido por interferir na onda de Glenn Hall em Gold Coast, na costa australiana, exaltou o feito de Nasr no circuito de Melbourne, também na Austrália, onde conseguiu a melhor estreia entre brasileiros na história da categoria ao terminar a prova em quinto lugar com sua Sauber.

"Parabéns irmão pela estreia, mais um talento brasileiro representando nossa bandeira. Orgulho! Tamo junto sempre e para cima deles! Boa sorte nas próximas etapas", publicou Medina em seu Instagram, junto a uma foto com o mais novo brasileiro do grid da Fórmula 1. Felipe Nasr, piloto da modesta Sauber, fez história ao alcançar a quinta posição no GP de abertura da temporada da Fórmula 1. Seu 'xará' e compatriota, Felipe Massa, da Williams, ficou logo à frente com a quarta posição.

O surfista, porém, não teve a mesma sorte nas águas australianas. Acusado de interferir na onda de Glenn Hall, seu adversário da bateria da terceira rodada, Medina foi punido com a perda dos pontos e eliminado sem somar pontos no campeonato. O brasileiro chegou a fazer duras críticas aos árbitros, mas, após ser advertido pela organização, recuou e pediu desculpas.

Já Nasr, por outro lado, teve uma estreia memorável na Fórmula 1 no Circuito de Melbourne, após atingir um inesperado quinto lugar com sua modesta Sauber. Foi a melhor estreia entre brasileiros na história da modalidade, superando até mesmo Ayrton Senna.Após a prova, o piloto não conseguiu segurar as lágrimas e admitiu a emoção: "Foi tudo perfeito, do início ao fim", disse. Com o resultado, ele ajudou a Sauber a iniciar o campeonato na terceira posição do Mundial de construtores, atrás apenas da Mercedes e da Ferrari.

Assim como Nasr, Medina também pode se considerar um 'pioneiro' no esporte brasileiro. Afinal, o surfista foi o primeiro do país a se sagrar campeão mundial do circuito, superando 'lendas' como Kelly Slater e Mick Fanning. Em abril, ele volta à Austrália para disputar a etapa de Bells Beach. Já o próximo compromisso de Nasr será no circuito da Malásia, no dia 29 de março.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.