Carlos Barroso/EFE
Carlos Barroso/EFE

AO VIVO

Confira tudo sobre a Copa do Mundo da Rússia 24 horas por dia

Medina, Pupo e John John avançam às quartas da etapa de Portugal do surfe

Campeão de 2014 ainda luta pelo bicampeonato e terá como adversário Mick Fanning

Estadao Conteudo

24 Outubro 2017 | 16h30

O surfe brasileiro terá dois representantes nas quartas de final da etapa de Portugal do Circuito Mundial. Gabriel Medina, que ainda sonha com o título do campeonato, e Miguel Pupo, que batalha para se manter na elite da competição em 2018, avançaram nesta terça-feira em Peniche, assim como o havaiano John John Florence, o líder do ranking mundial.

+ Rio de Janeiro recebe etapa feminina do Circuito Mundial de Surfe

A etapa portuguesa foi retomada na quarta fase. Medina entrou na água para duelar com Mick Fanning e Miguel Pupo e se deu melhor ao conseguir 14,47 pontos, com 7,67 na sua melhor onda. Isso foi suficiente para derrotar o australiano, que ficou com 12,47, e também o compatriota, que terminou a bateria com apenas 5,27 pontos, pois teve uma das suas ondas anulada por interferência.

Classificado, Medina se garantiu diretamente nas quartas de final da etapa de Portugal. E agora ele vai reencontrar Fanning, que na repescagem derrotou o português Frederico Morais por 11,87 a 10.

Batido por Medina, Pupo precisou disputar a repescagem em Peniche. O brasileiro teve pela frente o australiano Josh Kerr e o superou por 15,50 a 10,67, tendo conseguido 8,43 pontos na sua melhor onda. Em busca da vaga nas semifinais, Pupo enfrentará o norte-americano Kanoa Igarashi.

Os outros dois confrontos das quartas de final em Peniche também estão definidos. O australiano Julian Willson duelará com o havaiano Sebastian Zietz, enquanto John John Florence medirá forças com o norte-americano Kolohe Andino.

Após a paralisação desta terça, a etapa de Portugal, a penúltima da temporada 2017 do Circuito Mundial de Surfe, terá nova chamada às 4h45 (horário de Brasília) desta quarta.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.