JF Diorio/Estadão
JF Diorio/Estadão

AO VIVO

Confira tudo sobre a Copa do Mundo da Rússia 24 horas por dia

Meia Maratona de SP confirma atletas e Giovani dos Santos vai em busca do tri

Prova contará com atletas de quatro países: Brasil, Quênia, Argentina e Bolívia, na elite masculino e feminino

Estadão Conteúdo

06 Março 2018 | 16h06

A organização da Meia Maratona Internacional de São Paulo confirmou nesta terça-feira os participantes da edição deste ano, que acontecerá no domingo, com largada e chegada na Praça Charles Miller, em frente ao estádio do Pacaembu.

+ Após COI liberar russos, IAAF decide manter suspensão ao país

A prova contará com atletas de quatro países: Brasil, Quênia, Argentina e Bolívia, na elite masculino e feminino. A largada será dada às 6h54, com a categoria cadeirante. O feminino sairá às 6h55 e masculino às 7h.

Os destaques brasileiros ficam por conta de Giovani dos Santos, bicampeão da prova (2013 e 2016), Valério Fabiano, quarto na Meia Maratona do Rio de Janeiro de 2015, e Edson Arruda Santos, vice-campeão da Maratona Internacional de São Paulo no ano passado.

No feminino, as favoritas do País são Joziane Cardoso, também bicampeã da disputa (2014 e 2015), Adriana Aparecida da Silva, vice na Meia de São Paulo no ano passado, e Andréia Hessel, terceira colocada em 2017.

Os principais concorrentes dos brasileiros são os quenianos Dennis Kemboi Bera Kusimba e Elijah Kipkemei Kemboi, segundo na Maratona do Rio de 2015. No feminino, estão entre as candidatas ao ouro a atual campeã da competição, a queniana Caroline Kimosop e sua compatriota Consolata Cherotich.

A competição acontece há 11 anos na cidade de São Paulo e tem como recordista no masculino o queniano Joseph Aperumoi, com o tempo de 1h01min38, obtido em 2012. O melhor brasileiro da história é Marilson do Santos, que cruzou a linha de chegada em 1h03min10, de 2011. Entre as mulheres, Paskalia Chepkorir, também do Quênia, tem o melhor tempo, com 1h12min29seg.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.