Melhor brasileiro é 18º na abertura do evento-teste do tiro esportivo

Começou nesta sexta-feira e segue até o próximo dia 24, domingo, a etapa do Rio da Copa do Mundo de Tiro Esportivo, que serve como evento-teste do Centro de Tiro Esportivo do Complexo de Deodoro. A competição é das mais importantes do calendário internacional, reunindo tanto as provas de carabina e pistola quanto as de tiro ao prato.

Estadão Conteúdo

15 de abril de 2016 | 16h55

Na abertura da Copa do Mundo, nesta sexta-feira, foi disputada apenas a primeira parte das eliminatórias da fossa olímpica, tanto no masculino quanto no feminino. Exatamente nessa prova do tiro ao prato, o Brasil não inscreveu seus representantes no Rio-2016: Roberto Schmits e Janice Gil Teixeira.

Após duas das cinco rodadas de 25 tiros da fase de classificação, Emilson Menarim acertou 46 pratos e ocupa o 18.º lugar no masculino. Entre as mulheres, Thaianna Zanelli está no 38.º e penúltimo lugar, com apenas 27 pontos.

A Copa do Mundo pega fogo no sábado, quando serão disputadas quatro provas e três finais. Líder do ranking mundial, o brasileiro Felipe Wu compete na pistola de ar 10 metros para defender seu status de candidato à medalha no Rio-2016. As eliminatórias vão até 13h15 e a final está marcada para as 16h15.

A competição vai definir o último convocado do Brasil para a Olimpíada. A Confederação Brasileira de Tiro Esportivo (CBTE) conseguiu trocar o convite que havia sido dado à pistola feminina. Pelos resultados da Copa do Mundo será determinado se esse convite vai a Julio Almeida, que compete na pistola 50m e na pistola de ar 10m, tendo ganhado o ouro no Pan de Toronto na primeira, e para Bruno Heck, que poderia competir nas três provas de carabina: de ar, deitado e três posições, tendo sido finalista do Pan em todas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.